O que a Assembléia de Deus diz sobre a Lei e o Sábado?

assembleia

Por Pr. Natan Fernandes
Adaptado por Marllington Klabin Will

A Assembléia de Deus teve seu início na primeira onda pentecostal, chegando ao Brasil em Belém, no Pará, através de dois missionários suecos vindos dos EUA. A princípio, fingiram que eram membros da Igreja Batista, denominação a que ambos pertenciam nos Estados Unidos antes de serem excomungados. Eles traziam a teoria do batismo no Espírito Santo, associado à glossolalia (o falso dom de línguas estranhas) como a evidência inicial da manifestação para os adeptos do movimento. A nova heresia trouxe muita divergência. Enquanto um grupo aderiu, outro rejeitou. Assim, em duas assembléias distintas, conforme relatam as atas das sessões, os adeptos do pentecostalismo foram desligados e, juntamente com os missionários estrangeiros, fundaram uma nova igreja e adotaram o nome de Missão de Fé Apostólica. Mais tarde, a nova igreja passou a chamar-se Assembléia de Deus, em virtude da fundação das Assembléias de Deus nos Estados Unidos.

Alguns ministérios cresceram de tal forma que a denominação se subdividiu em algumas ramificações, como a “Missão” e a “Madureira”, mas todas as partes mantêm a doutrina uniforme. Divergem apenas em questões administrativas, como também acontece com outras denominações evangélicas. Mas uma coisa continua sendo o elo de união entre as diversas subdivisões dentro da Assembléia de Deus: a doutrina. A Conferência Geral das Assembléias de Deus no Brasil (CGADB), que é constituída por várias convenções estaduais e regionais, além de vários ministérios, cuida em manter a doutrina em unidade e uniforme.

O QUE A ASSEMBLÉIA DE DEUS DIZ SOBRE A LEI E O SÁBADO?

Temos percebido um tanto preocupado, porém, que as pessoas se filiam a uma placa de igreja sem a preocupação de se informarem sobre as suas doutrinas, crenças e ensinamentos, e também não se preocupam em conhecer os seus credos, confissões de fé e posicionamentos, quanto menos sobre suas normas e regras. Isso é muito sério. Os membros da igreja — na maioria dos casos — não lêem os livros que são escritos pelos seus evangelistas, teólogos, professores, escritores ou pastores da igreja a que pertencem, e vivem sem saber como é o seu cristianismo que levam de qualquer jeito… Outros — e isto é de pasmar qualquer um! — não têm lido a própria Bíblia!!! Perguntamos: Que tipo de cristianismo é esse, que não incentiva à pesquisa do Livro Sagrado? Não era assim no tempo de Jesus, pois Ele recomendou o exame das Escrituras (Jo.5:39). Que tipo de igreja é essa, então, que não transmite aos membros o conhecimento das próprias crenças e posicionamento bíblico? Vejamos o que o profeta Oséias escreveu:

    “O Meu povo está sendo destruído, porque lhe falta o conhecimento. Porque tu, sacerdote (líder religioso), rejeitaste o conhecimento, também Eu, te rejeitarei, para que não sejas sacerdote (pastor) diante de Mim; visto que te esqueceste da lei do teu Deus, também Eu Me esquecerei de teus filhos (membros).” (Os.4:6)

Um líder religioso — pastor, professor, evangelista, teólogo, escritor — que rejeita a Lei de Deus, está comprometido diante dEle, e comprometendo o seu rebanho à destruição, conforme o texto do profeta Oséias, transcrito acima. Tal líder religioso será responsável, diante de Deus, pelas almas que vierem a perecer por falta de conhecimento! Graças a Deus os líderes da Assembléia de Deus não negam a vigência da santa e divina Lei do Senhor! Amém?!

Mas por falta de instrução dessa igreja, por todos os lugares, cada membro da Assembléia de Deus pretende ter uma forma particular de entender a Bíblia ao que lhe convém, que nem sempre se encaixa naquilo que é ensinado pelas Escrituras e por seus teólogos, líderes, pastores, professores, evangelistas e escritores. Por isso, chamamos a atenção para o conselho bíblico, que diz:

    “Lembrai-vos dos vossos pastores, que vos falaram a palavra de Deus. (…) Obedecei a vossos pastores, e sujeitai-vos a eles; porque velam por vossas almas, como aqueles que hão de dar conta delas; para que o façam com alegria e não gemendo, porque isso não vos seria útil.” (Hb.13:7,17)

Se o conselho bíblico é que as ovelhas devem lembrar-se e sujeitar-se aos seus pastores, quando eles ensinam a palavra de Deus, nada mais correto do que saber o que ensinam alguns de seus pastores e estudiosos da Bíblia. Por exemplo, o que ensinam os líderes religiosos da Assembléia de Deus a respeito de assuntos que falam da obediência ao Senhor? O que dizem a respeito da Lei de Deus? O que ensinam sobre os Dez Mandamentos? E sobre o sábado? O que eles deixaram registrado oficialmente, para a sadia orientação de seus rebanhos? Vamos conferir!

1) O que é a Lei de Deus? O que são os Dez Mandamentos?

O Pr. Carlos Johansson, famoso teólogo assembleiano, responde da seguinte maneira:

    “A lei é a vontade de Deus, no Decálogo.”Em “Síntese Bíblica do Velho Testamento”, p. 48.

Já o Pr. Harold J. Brokke afirma isto:

    “A lei é uma parte vital do governo divino no mundo em nossos dias… a santa lei de Deus é um pré-requisito divino para uma experiência mais profunda da graça. (…)
    “Nós não podemos compreender a salvação sem entender a lei de Deus. (…) Deus revela Sua vontade, no tocante ao procedimento do homem, por meio dos mandamentos que lhe apresenta. (…) O propósito da lei é fazer com que os homens sintam sua necessidade de Jesus Cristo e do Seu evangelho de perdão. (…) Pela lei vem o conhecimento do pecado. Os homens precisam de buscar a Deus, reconhecendo-se pecadores, ou seja, criaturas que sabem ter desobedecido a lei e o governo de Deus, reconhecendo-se verdadeiros inimigos do próprios Deus pelo desrespeito às Suas leis.” — Em “Prosperidade pela Obediência”, p. 10, 14–17.

Por sua vez, o Pr. Myer Pearlman, professor de muitos pastores, inclusive do Pr. N. Lawrence Olson, que foi por muitos anos o orador do Programa de Rádio “A Voz das Assembléias de Deus”, assim se expressou:

    “Os mandamentos representam e expressão décupla da vontade de Jeová e a norma pela qual governa os Seus súditos.” — Em “Através da Bíblia”, p. 27.

Conforme foi visto acima, estes pastores pentecostais da Assembléia de Deus têm a Lei de Deus, os Dez Mandamentos, numa alta estima. E o conselho bíblico é que se deve obedecer aos pastores que falam a palavra de Deus. E esses líderes assembleianos estão apenas defendendo o ensinamento bíblico sobre a Lei de Deus, os Dez Mandamentos.

2) Para que serve a lei, os Dez Mandamentos?

Já citado, o Pr. Harold J. Brokke dá várias respostas a essa pergunta. Ele diz:

    “Nós não podemos compreender a salvação sem entender a Lei de Deus. (…) Deus revela Sua vontade, no tocante ao procedimento do homem, por meio dos mandamentos que lhe apresenta. (…) O propósito da lei é fazer com que os homens sintam sua necessidade de Jesus Cristo e do Seu evangelho de perdão. (…) Pela lei vem o conhecimento do pecado. Os homens precisam de buscar a Deus, reconhecendo-se pecadores, ou seja, criaturas que sabem ter desobedecido a lei e o governo de Deus, reconhecendo-se verdadeiros inimigos do próprios Deus pelo desrespeito às Suas leis.” — Op. cit., p. 14–17.

O Pr. Emílio Conde, pentecostal, afirma o seguinte:

    “A Bíblia nos mostra a sagrada Lei de Deus: ‘faça isto’, ‘não farás!’. Êxo. cap. 20. E essa Lei deveria ser observada, cumprida rigorosamente — e até aos nossos filhos a deveríamos fazer conhecer. Deut. 6: 1–13. A Palavra de Deus é, sob certos aspectos, autoritária! Ela nos fala de modo imperativo.” — Em “Lições Bíblicas”, 07/12/1966, p. 12.

Tendo consciência da necessidade do homem com relação ao cuidado e proteção de Deus, o Pr. Myer Pearlman, atrás referido, escreveu:

    “Os mandamentos de Deus são cercas, por assim dizer, que impedem ao homem entrar em território perigoso e dessa maneira sofrer prejuízo para sua alma.” — Em “Conhecendo as Doutrinas da Bíblia”, p. 91.

Concordando de que a lei de Deus é para o benefício do homem, o Pr. Carlos Johansson declarou o seguinte:

    “O decálogo — o fundamento do pacto e o mais essencial da lei, como também a condição para vida e felicidade.” — Op. cit., p. 116.

Resumindo o que esses líderes assembleianos disseram, a Lei de Deus serve, dentre outros, para:
—> compreendermos a salvação,
—> revelar a vontade de Deus,
—> fazer os homens sentirem necessidade de Cristo,
—> saber o que é o pecado,
—> ser como cerca protetora do perigo e
—> ser a condição de vida e felicidade.

Todas estas coisas são muito boas razões para um cristão obedecer ao Senhor! Além de tudo, estão de acordo com a Palavra de Deus.

3) Desde quando existem os Dez Mandamentos, a Lei de Deus?

Também da Assembléia de Deus, o Pr. Orlando Spencer Boyer, teólogo, professor, pastor, comentarista, escritor, e autor de muitos livros, registrou estas palavras sobre o Decálogo:

    “Não se deve pensar que não existia nada destes mandamentos antes de Moisés. Foram escritos nas mentes e nas consciências dos homens desde o princípio.” — Em “Pequena Enciclopédia Bíblica”, p. 198. Grifos acrescentados.

Aí está o testemunho de alguém que estudou bastante o Livro de Deus. Pelo que lemos dos testemunhos assembleianos, não há nenhuma dúvida entre seus teólogos e mentores de que os Dez Mandamentos foram dados a Adão, ANTES DA QUEDA. Portanto, a resposta a esta pergunta deve ser: DESDE A CRIAÇÃO DO MUNDO!

4) Precisamos de outra lei, além do Decálogo, para nos indicar o que é o pecado?

Quem responde muito bem a esta pergunta, também, é o Pr. Orlando S. Boyer, quando diz:

    “Não há pecado que não é condenado por um dos Dez Mandamentos.” — Op. cit., p. 198.

5) Existe divisão entre a Lei Moral e a Lei Cerimonial?

Eis um comentário bíblico muito usado nos meios pentecostais, cujas “notas e comentários são de inteira responsabilidade da Casa Publicadora das Assembléias de Deus” (p. IV), que nos responde a questão com esta clara definição:

    “Se Jesus não veio abolir a lei, todas as leis do A.T. ainda se aplicam a nós hoje? É preciso lembrar que havia três categorias de leis: a cerimonial, a civil e a moral.
    “(1) A Lei Cerimonial diz respeito especificamente à adoração por parte de Israel (Levítico 1.2,3). Seu propósito primário era apontar adiante, para Cristo, portanto, não seria mais necessária depois da morte e ressurreição de Jesus. Mesmo não estando mais ligados à lei cerimonial, os princípios que constituem a base da adoração — amar e adorar a Deus Santo — ainda se aplicam. Jesus foi frequentemente acusado pelos fariseus de violar a lei cerimonial.
    “(2) A Lei Civil se aplicava à vida cotidiana em Israel (Deuteronômio 24.10,11). Pelo fato de a sociedade e a cultura modernas serem tão radicalmente diferentes das daquele tempo, esse código como um todo não pode ser seguido. Mas os princípios éticos contidos nos mandamentos são atemporais, e devem guiar nossa conduta. Jesus demonstrou estes princípios por meio de sua vida exemplar.
    “(3) A Lei Moral (como os Dez Mandamentos) é a ordem direta de Deus, exige uma obediência total (Êxodo 20.13), pois revela sua natureza e vontade. Assim, ainda é aplicável em nossos dias. Jesus obedeceu completamente à Lei Moral.”
    — Extraído de “Bíblia de Estudos e Aplicação Pessoal”, p. 1224 do Novo Testamento. Ver comentário sobre Mateus 5:17. Tradução de Almeida. CPAD — “Casa Publicadora das Assembléias de Deus”. Grifos acrescentados.

Mais uma vez o Pr. Boyer nos apresenta aquilo que tem aprendido de Deus, em anos de estudo da Palavra:

    “Algumas pessoas dão ênfase à distinção entre mandamentos ‘morais’ e mandamentos ‘cerimoniais’. As exigências ‘morais’ são aquelas que em si mesmas são justas e nunca podem ser revogadas. Ao contrário, as leis ‘cerimoniais’ são aquelas sobre observâncias, sobre o cumprimento de certos ritos, por exemplo: os mandamentos acerca dos holocaustos e o incenso. (…) As leis ‘cerimoniais’ podem ser ab-rogadas na mudança de dispensação, mas não as leis ‘morais’. É certo que existe tal distinção.” — Em “Marcos: O Evangelho do Senhor”, p. 38–39. Grifos acrescentados.

E o Pr. Antonio Gilberto, também da Assembléia de Deus, confirma:

    “A parte moral da lei é eterna e universal”. — Em “Manual da Escola Dominical”, p. 86.

De tudo que está registrado, fica mais do que claro que esses documentos confessionais cristãos históricos, além de mestres de outras confissões, admitem que existam pelo menos duas leis, dentre outras, das quais fala a Escritura Sagrada:
—> Lei Moral — sumariada nos Dez Mandamentos, e
—> Lei Cerimonial — representada pelos sacrifícios e ordenanças rituais para Israel.

6) A que tipo de lei o apóstolo Paulo se refere em Colossenses 2:16?

O já citado Pr. Myer Pearlman responde apropriadamente a esta questão quando escreve:

    “A sua relação com a Lei Cerimonial (vers. 15, 16). As festas, os dias santos e outras observâncias cerimoniais judaicas não passam de símbolos e figuras representando Cristo. Agora, desde que Cristo cumpriu os símbolos, os mesmos tornam-se desnecessários.” — Op. cit., p. 293. Grifos acrescentados.

Mais uma questão devidamente esclarecida. E a posição oficial da Assembléia de Deus é que Colossenses 2:16 não está falando do sábado do quarto mandamento. Está falando da LEI CERIMONIAL, e não da Lei Moral!

7) E o sábado do quarto mandamento da Lei Moral, qual a sua origem?

Num livro preparado pela “Casa Publicadora das Assembléias de Deus” (CPAD), para tirar algumas dúvidas sobre certos assuntos, intitulado “A Bíblia Responde”, nós lemos esta declaração:

    “O observador mais acurado vai perceber que o sábado não é um mandamento originado na lei mosaica (Gên. 2:3), ainda que mais tarde a ela incorporado.” — Em “A Bíblia Responde”, p. 123.

Depois dele, quem responde a esta pergunta é o Pr. Carlo Johansson. Ele escreveu estas palavras:

    “O sábado tem a sua origem na criação, Gên. 2:1–3.” — Op. cit., p. 42. Grifos acrescentados.

E o que o assembleiano Prof. Carlos Schimdt Costa declara:

    “O senhor completou sua obra de criação no sétimo dia, portanto o abençoou.”Em “Porque não guardamos o Sábado”, artigo do “Missão Ômega”, página assembleiana da web que pode ser visualizada no seguinte endereço: http://www.iadgpuava.com.br/noticias/noticias.asp?id=246 (acessado a 26/11/2007).

Novamente o dedicado estudioso Pr. Myer Pearlman completa o que foi dito acima, da seguinte maneira:

    “O Grande Arquiteto do Universo completou em seis dias Sua obra da criação, e descansou no sétimo dia. (…) No sétimo dia Ele descansou, dando ao homem um exemplo, trabalhando seis dias e descansando no sétimo.” — Op. cit., p. 14–15. Grifos acrescentados.

A origem do sábado, ao contrário do que ensinam alguns assembleianos leigos desinformados, não é a doação da lei dos Dez Mandamentos no Monte Sinai. Conforme os líderes assembleianos estudiosos da Bíblia, foi na SEMANA DA CRIAÇÃO. Tanto é que o Prof. Carlos Schimdt Costa, em seu artigo, confirma que “dentre estas leis” que já existiam antes do Sinai, já “incluía-se o mandamento de guardar o sábado.” Seis dias de trabalho, e o sétimo dia foi SANTIFICADO para o descanso das coisas seculares e culto religioso, que é a posição oficial da Igreja Evangélica Assembléia de Deus.

8) Há razões para santificarmos o sábado?

O Pr. Harold J. Brokke é bastante enfático e categórico ao dar uma resposta a esta questão. Ele proclama “em alto e bom som”:

    “É possível que alguém imagina que a transgressão desse quarto mandamento é menos grave do que a transgressão dos outros nove. A verdade, porém, é que quem se dispõe a transgredir o quarto mandamento já tem no coração a inclinação de transgredir um ou mais dos outros mandamentos. (…)
    “Por que deve o homem guardar o sábado do Senhor? Porque é justo! Segue-se aqui o mesmo princípio de não furtar porque não é justo.”
    — Op. cit., p. 58–59.

Indiscutivelmente, as autoridades e documentos religiosos da Assembléia de Deus não concordam com a visão herética semi-antinomista/dispensacionalista que nega a validade e vigência do Decálogo como norma cristã, e prega o fim total do quarto mandamento, como sendo “cerimonial”. Mesmo que o sábado seja interpretado por esses documentos e autores como referindo-se ao primeiro dia, o “sábado cristão” como é chamado, o que importa é que admitem oficialmente a validade e vigência do mandamento e as origens endêmicas do princípio sabático. A questão sobre o domingo ter tomado o lugar do sétimo dia já é outra.

9) Contra o que Jesus Se levantou com relação ao sábado?

Existem assembleianos leigos, mesmo sinceros, que acreditam que Jesus não guardou os Dez Mandamentos e que ele combateu o sábado. O que diz a Bíblia? Até onde vai o conhecimento deles? Caso Jesus tivesse profanado o sábado, ou qualquer outra lei, Ele não poderia ser “um cordeiro sem defeito nem mancha” (1Pe.1:19), nem poderia ser o Messias que tem a função de “engrandecer a lei e torná-la gloriosa” (Is.42.21). Então, quem afirma que Cristo violou o sábado, está negando que Ele era o Messias, tornando-O um mero pecador e mentiroso, pois Ele mesmo disse ter observado os mandamentos (Jo.15:10).

E o que dizem os líderes assembleianos sobre esse assunto? A “Casa Publicadora das Assembléias de Deus” (CPAD) publicou um livro comentando, brevemente, toda a Bíblia. Nele nós encontramos:

    “O zelo dos fariseus não era pela Lei de Deus, mas das suas próprias tradições. Tinham tornado o dia de descanso em um dia cheio de preceitos e exigências absurdas. Jesus deliberadamente pisou-as, e estabeleceu o princípio de que ‘é lícito fazer bem no sábado’ (v.9).”S. E. McNair, “A Bíblia Explicada”, p. 355. Grifos acrescentados.

Comentando sobre o capítulo 12 de Mateus, o Pr. Myer Pearlman escreveu isto:

    “O capítulo 12 registra a oposição dos fariseus a Jesus. Seus motivos para opor-se a Ele eram os seguintes: Sua origem humilde; Sua associação com os pecadores; e a Sua oposição às tradições. O capítulo 12 descreve a oposição vinda pela última razão mencionada.” — Op. cit., p. 193.

10) Que tipo de trabalho Jesus e o Pai fazem no sábado?

Mais outra vez, o famoso Pr. Myer Pearlman! Ele escreveu um comentário do Evangelho de João. Vejamos o que ele disse sobre João 5:15–20 (que é o texto preferido de muitos assembleianos que tentam frustradamente provar que Jesus “trabalhou” no sábado):

    “Mas Ele [Jesus] lhes disse: Meu Pai trabalha até agora, e Eu trabalho também’. Noutras palavras, Deus trabalha no sábado, sustentando o universo, comunicando vida, abençoando os homens, respondendo as orações.” — Em “João — Ouro Para Te Enriquecer”, p. 59.

Então, podemos afirmar com toda convicção: Jesus não Se levantou contra os Mandamentos, nem contra o sábado. O que Jesus fez foi não Se ajustar às formas e aos acréscimos que os escribas e fariseus fizeram à Lei de Deus. Jesus guardava o sábado conforme a ESSÊNCIA do quarto mandamento, e não à moda farisaica cheia de tradições! O que fica mais do que claro que Jesus queria confrontar os escribas e fariseus na MANEIRA deles verem o mandamento do sábado, e não no próprio mandamento em si, para reformar a observância sabática ao verdadeiro sentido do mandamento.

11) O sábado pode ser reinterpretado segundo a vontade de cada um?

Os assembleianos acham que eles mesmos são os que devem escolher o dia para o descanso e culto, reinterpretando o mandamento do sábado e aplicando-o ao domingo, chamando-o de “o sábado cristão”, supostamente devido à ressurreição de Cristo. O fato é que esta questão está obedecendo à conveniência das pessoas e não o que diz o claro “assim diz o SENHOR”. Será que deve ser assim mesmo? Biblicamente, “o sétimo dia é o sábado do SENHOR” (Ex.20:10).

Contudo, os assembleianos infelizmente fazem sua apologia à guarda do domingo, como é expresso pelos escritos do Prof. Carlos Schimdt Costa, que assim argumenta:

    “Deus, o pai, tinha um plano, a criação do mundo, e o cumpriu em sete dias… Cristo o filho, também veio para cumprir um plano traçado pelo pai, o plano da Redenção da Humanidade, que… só se cumpriu no dia da sua ressurreição”. — Op. cit., par. 4.

O raciocínio do Prof. Carlos Schimdt Costa é igual ao de todas as outras denominações que guardam o domingo como “sábado cristão”:

    “Sábado, ao contrário do que muitas pessoas pensam, não significa literalmente sétimo dia, e sim, dia de descanso, e por providência divina, no calendário universal”. — Idem. Grifos acrescentados.

Ou seja, ele diz que o “sábado” do cristão é uma “providência divina, no calendário universal”, mas “não significa literalmente sétimo dia”, para depois terminar sua apologia ao domingo aplicando o princípio sabático ao primeiro dia da semana:

    “…tornou-se o Domingo o dia do Senhor, e nós os cristãos, o temos como o dia de descanso.
    “Em resumo, nós consideramos o primeiro dia da Semana (como o santo Dia do Senhor) e não o sétimo, por ser o dia da nossa redenção.”
    — Ibidem. Grifos acrescentados.

12) A Bíblia ensina a observância do domingo no lugar do sábado?

    “A falta de probidade intelectual neste assunto é deveras deplorável, mas que deverá pensar o estudante confiado a respeito desta afirmação em que o sábado judaico é identificado com o domingo cristão: — ‘Depois da ressurreição de nosso Senhor, passou-se a observar o primeiro dia da semana, em vez do sétimo, como sábado, em comemoração de Sua ressurreição dos mortos’? Temos ouvido muito acerca de ficções lícitas, aqui porém temos uma ficção religiosa que ultrapassa as mais ousadas ficções lícitas… Que o sábado judaico e o domingo cristão são dois dias diferentes, está suficientemente comprovado pelo fato de que durante um longo tempo depois da morte de Jesus os cristãos observaram ambos os dias, não lhes ocorrendo confundir esses dois dias, tão pouco como a nós o confundir o natal com a festa de 4 de julho. (…) O primeiro era observado no sétimo dia, e na manhã seguinte os cristãos celebravam uma reunião simples, entregando-se depois aos diversos cuidados e prazeres do dia, como soíam fazer num outro dia qualquer.” — Extraído de “The Forum”, por J. W. Chadwick, vol. 14, p. 543–544.

Um dicionário teológico, preparado pelo teólogo Dr. Charles Buck, afirma:

    “Sábado, na língua Hebraica, significa ‘cessar’, e é o sétimo dia da semana… e devemos confessar que não há lei alguma, no Novo Testamento, com relação ao primeiro dia.” — P. 403, art. “O Sábado”.

13) Como poderíamos resumir todo o ensinamento assembleiano que vimos até agora?

A — A universal e eterna lei de Deus é sistematizada e expressa para o homem na forma dos Dez Mandamentos, também universais e eternos, que prosseguem válidos e vigentes como norma de conduta cristã. Tal fato é oficialmente reconhecido por doutíssimas autoridades em Teologia do presente e do passado, pertencentes às mais diferentes denominações, e é o que sempre constituiu o pensamento geral de toda a cristandade.

B — A lei divina nas Escrituras se apresenta com preceitos morais, cerimoniais, civis, etc., sendo que a parcela cerimonial, por ser prefigurativa do sacrifício de Cristo, findou na cruz, mas os mandamentos de caráter moral prosseguem válidos e vigentes para os cristãos.

C — Dentro do Decálogo há o quarto mandamento estabelecendo que um dia inteiro entre sete de descanso deve ser santificado a Deus, princípio este que fora instituído na fundação do mundo para benefício do homem no Éden e deve ser mantido pelos cristãos hoje.

D — Jesus não transgrediu o quarto mandamento, muito pelo contrário, Ele pretendia reformar sua observância de acordo com a essência do princípios sabático e em nenhum lugar da Bíblia consta a informação de que o sábado foi substituído do sétimo dia para o primeiro da semana.

14) O que deve fazer o cristão, numa demonstração prática de sabedoria e amor a Deus?

Referindo-se a 1 João 2:2–6 e 5:2–3, o mesmo Pr. Myer Pearlman apropriadamente escreveu estas palavras:

    “O nosso amor a Deus encontra a sua manifestação na observância de Seus mandamentos. (…) Obediência aos mandamentos de Deus em imitação de Cristo. (…) Assim sendo, ele [o apóstolo João] ordena aos homens que dêem prova do seu conhecimento de Deus. Para saberem de certo se têm ou não o conhecimento de Deus, a prova é simples — guardam os mandamentos de Deus?” — Op. cit., p. 344–341. Grifos acrescentados.

Isso está perfeitamente de acordo com as palavras do Senhor Jesus, que diz:

    “Se Me amardes, guardareis os Meus mandamentos. (…) Aquele que tem os Meus mandamentos e os guarda esse é o que Me ama; e aquele que Me ama será amado de Meu Pai, e Eu o amarei, e Me manifestarei a ele.” (Jo.14:15,21)

15) Diante de tudo o que foi apresentado, qual deve ser a posição de cada ovelha do rebanho da Igreja Evangélica Assembléia de Deus?

A Bíblia Viva registra Tiago 4:17 da seguinte maneira:

    “Lembrem-se também de que, saber o que deve ser feito e não fazer, é pecado.”

16) Como cristão sincero, nascido de novo pelo sangue de Cristo, qual vai ser a sua resposta ao Senhor Jesus?

A escolha é totalmente sua!

    “Aqui está a perseverança dos santos, daqueles que guardam os mandamentos de Deus e a fé em Jesus.” (Ap.14:12)

_________________

“Escute as minhas palavras e preste atenção em tudo o que vou dizer…
“Darei a minha opinião com franqueza; as minhas palavras serão sinceras, vindas do coração.”
(Jó 33:1,3)


About these ads
Esse post foi publicado em Lei de Deus e marcado , . Guardar link permanente.

48 respostas para O que a Assembléia de Deus diz sobre a Lei e o Sábado?

  1. Pingback: Perguntas sobre a guarda do sábado « Adventismo em Foco

  2. Daniel disse:

    Claudio, vejo que não és muito conhecedor das verdades bíblicas. Pois se estudasse mais, orasse mais, saberia que (Ninguém, pois, vos julgue pelo comer, ou pelo beber, ou por causa de dias de festa, ou de lua nova, ou de sábados) esses SÁBADOS e dias de festas eram feriados anuais e não o SANTO DIA DE BENÇÃOS DE DEUS.

  3. BRUNO disse:

    Que adianta esses sabedore todo,pastores,teólogos,muitos títulos e pouco conhecimento,nem a adventista prega da forma correta.Não guardamos mais o sábado por que ao jesus ressuscitar no domingo os judeos e os gentios da época homenagiaram-o passando a guardar o domingo como o dia do senhor.

  4. Clayton Daniel disse:

    Olá!

    Primeiramente quero dizer que conheço a Igreja Assembléia de Deus bem e já fui membro dessa Igreja por um ano. Considero também, de forma muito respeitosa, todos os membros e líderes dessa igreja. Tenho vários amigos assembleianos que são, às vezes, mais amigos que os adventistas. Isso acontece em várias igrejas… Hoje eu sou adventista do sétimo dia a 16 anos e sei que se muitos adventistas tivessem o fervor e o zelo que muitos assembleianos tem, talvez a igreja adventista fosse melhor. Por isso, se você é assembleiano, peço-te que leia toda essa mensagem.

    Em relação à Colossenses 2:16 e 17, vamos ler primeiro o contexto para não errarmos. Leiamos então os versos 14 e 15, que dizem:

    14 – “tendo cancelado o escrito de dívida, que era contra nós e que constava de ordenanças, o qual nos era prejudicial, removeu-o inteiramente, encravando-o na cruz;”.

    15 – “e, despojando os principados e as potestades, publicamente os expôs ao desprezo, triunfando deles na cruz.”.

    OBS.: Note que o verso 14 diz: “constava de ordenanças”. Paulo estava se referindo às leis cerimoniais que apontavam a Cristo e que o próprio Cristo “removeu-o inteiramente, encravando-o na cruz”. A prova disso é o que está em Mc 15:38: “E o véu do templo se rasgou em dois, de alto a baixo.” Ou seja, as leis que apontavam para o futuro sacrifício de Cristo foram removidas, pois elas se cumpriram em Cristo. Nessa lei havia vários feriados que eram considerados sábados cerimoniais, mas não eram o sábado de Gên 2:2 e 3, mesmo porque esses sábados cerimoniais só foram instituídos através de Moisés, porém o sábado do sétimo dia foi instituído antes da entrada do pecado. Por exemplo, a Páscoa era uma das ordenanças:
    Ex 12:43 – “Disse mais o SENHOR a Moisés e a Arão: Esta é a ordenança da Páscoa; nenhum filho de estrangeiro comerá dela.”.
    2Rs 17:37 – “E os estatutos, e as ordenanças, e a lei, e o mandamento que vos escreveu, tereis cuidado de os observar todos os dias;” etc.
    Havia várias ordenanças na lei cerimonial: Lua Nova, Páscoa, Pães Asmos, Primícias, Trombetas, Dia da Expiação, etc. Todas essas ordenanças, e outras mais, foram passadas por Deus a Moisés para o serviço do santuário terrestre. Essas ordenanças citadas acima eram festas eram consideradas sagradas e não se podia trabalhar nesses dias, assim no sétimo dia da semana. Por isso esses dias de festas eram considerados “sábados”, mas não que fossem o sétimo dia da semana e sim um feriado nacional. Ninguém podia trabalhar.
    O capítulo 2 da segunda carta escrita por Paulo aos crentes da cidade de Colossos (2 Colossenses) trata apenas das leis cerimoniais, como a circuncisão (v. 11) e as festas judaicas.
    Agora vamos à passagem inicial. Col 2:16 e 17 diz:

    “Portanto ninguém vos julgue pelo comer, ou pelo beber, ou por causa dos dias de festa, ou da lua nova, ou dos sábados, Que são sombras das coisas futuras, mas o corpo é de Cristo.”
    1º) “Portanto ninguém vos julgue”: Cristo ensinou que não devemos julgar a ninguém (Mt 7:1 a 5). Paulo, aqui, está confirmando a ordem de Cristo de que ninguém deve julgar quem quer que seja. O julgamento pertence a Deus, pois só Ele é o Juiz: “Há só um legislador e um juiz que pode salvar e destruir. Tu, porém, quem és, que julgas a outrem?” (Tg 4:12).

    2º) “pelo comer, ou pelo beber, ou por causa dos dias de festa, ou da lua nova, ou dos sábados,”: nas festas judaicas havia regras sobre alimentação. Por exemplo, ninguém podia comer pão fermentado (Ex 12:15) na Páscoa e tinham que comer ervas amargas (Nm 9:11). Só que essas festas judaicas foram canceladas na cruz, quando Jesus morreu, porque Ele foi o cumprimento de todas essas simbologias. Porém, havia judeus convertidos que achavam que ainda deveriam guardar essas festas e que os não israelitas convertidos deveriam ser circuncidados, como eles foram. Tudo isso foi cancelado e ninguém mais hoje precisa observar isso, pois, como já disse, tudo isso apontava para o futuro Messias que viria, no caso Jesus. O profeta Daniel já havia previsto isso. Dn 9:27 diz: “E ele (o Messias, Jesus) firmará um concerto com muitos por uma semana; e, na metade da semana, fará cessar o sacrifício e a oferta de manjares;”. Note que diz “fará cessar o sacrifício e a oferta de manjares”, ou seja, a lei cerimonial seria abolida ou cancelada.

    3º) Entretanto, o sábado semanal nunca fez parte das festas judaicas. Sabemos disso pelos seguintes motivos:
    1. O sábado foi instituído, assim como o casamento o foi, antes da entrada do pecado no mundo (Gn 2:2 e 3). Afirmar, então que o sábado semanal fazia parte da lei cerimonial é uma incoerência, visto que essa só seria dada a Moisés 2 mil anos depois, aproximadamente.
    2. O sábado semanal estava escrito nas tábuas dos dez mandamentos (Ex 20:8 a 11), mas Deus também deu a Moisés diversas outras normas e regulamentos, que ficaram conhecidos como “Lei de Moisés” ou ainda por “Livro da Lei”. Nesta Lei estavam as ordenanças de dias de festas e a circuncisão. A lei de Moisés foi escrita em pergaminhos pelo próprio Moisés, enquanto que os 10 mandamentos foram escritos em duas tábuas de pedras por Deus. É tão distinta essas duas leis que para cada uma delas havia um lugar específico para ser guardada. A Lei de Moisés, escrita em pergaminhos, foi colocada ao lado da arca da aliança (veja isso em Deut 31:26). Já as duas tábuas de pedra escritas por Deus foram colocadas dentro da arca da aliança (Ex 25:21).

    4º) Conclusão: caro irmão assembleiano, o quarto mandamento, o sábado, escrito numa das duas tábuas de pedras pelo próprio Deus nunca fez parte da lei cerimonial e sim apenas dos dez mandamentos. Haviam sábados cerimoniais, mas o sétimo dia não era. Considerar que o sábado do sétimo dia também foi abolido na cruz por achar que este faz parte da lei de Moisés é uma completa distorção das Escrituras. Tenho certeza que, se você leu toda essa mensagem, você a entendeu perfeitamente.
    Lembre-se também, caro irmão assembleiano, “que as línguas são um sinal, não para os fiéis, mas para os infiéis; e a profecia não é sinal para os infiéis, mas para os fiéis.” (1Co 14:22). Falar em línguas não é sinal para os crentes e sim para os incrédulos, mas a profecia é um sinal para os crentes. A Igreja Adventista do Sétimo Dia tem o dom de profecia, semelhantemente ao dom de línguas que a Igreja Assembléia de Deus. Só que o dom de profecia é o sinal da igreja verdadeira descrita em Apocalipse. Repare:

    “E o dragão irou-se contra a mulher, e foi fazer guerra ao resto da sua semente, os que guardam os mandamentos de Deus, e têm o testemunho de Jesus Cristo” (Ap 12:17).

    “E eu lancei-me a seus pés para o adorar; mas ele disse-me: Olha não faças tal: sou teu conservo, e de teus irmãos, que têm o testemunho de Jesus: adora a Deus; porque o testemunho de Jesus é o espírito de profecia.” (Ap 19:10).
    Ou seja, a Igreja de Apocalipse deveria ter o “dom de profecia” e não o “dom de línguas”.

    E essa igreja está relacionada com a fé em Jesus e a guarda dos mandamentos. Observe o que Salomão disse:

    “Não havendo profecia, o povo se corrompe; mas o que guarda a lei, esse é bem-aventurado.” (Pv 29:18)

    A obediência à lei está relacionada ao ministério profético e ambos são sinais da igreja descrita em Apocalipse e que é perseguida por Satanás. Agora leia Apocalipse 14:12 que diz:

    “Aqui está a paciência dos santos: aqui estão os que guardam os mandamentos de Deus e a fé de Jesus.”

    Espero que você também aceite essa verdade, assim como eu a aceitei. Essa não uma questão de religião apenas, mas de se fazer a vontade de Deus. Sei que você me entendeu, mas se não quiser aceitar, é seu direito.
    Porém permanece o que disse Jesus: “Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! Entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus.” (Mt 7:21) e “E porque me chamais, Senhor, Senhor, e não fazeis o que eu digo?” (Lc 6:46). Noutras palavras, tudo isso não se trata apenas de questão religiosa, mas de fazer a vontade de Deus.

    Abraços!
    Espero ter contribuído.

  5. Denis disse:

    na verdade é uma pergunta, onde no novo testamento diz para eu guardar o sabado?

  6. IASD disse:

    NO mesmo lugar que diz que vc não deve cometer pedofilia.

  7. joelpantoja disse:

    assembleia de Deus. e a pequena meretriz e ficam distorcendo a palavra de Deus. são falsos profetas.

  8. joelpantoja disse:

    realmente nossos irmaos assebleanos tao precisando de muitas oraçãos para poder entender a palavra de Deus, falta o poder de espirito santo. quando vcs forem abrir a palavra de Deus faça primeiramente uma oração pedindo entendimento ao espirito santo, mas ñ aqueles aquels espirito santo de linguas estranha q vcs ffalam que ñ se entende. pq essas linguas e so enganação nessa linguas estranhas ñ existe espirito santo vai ve q isso faz parte do inimigo. ñ fique procurando ataca o povo de Deus. adventista e ai verdadeira igreja de Deus pq guardamos os de mandamentos e temos o testenhumos em cristo jesus apo. 12:17.

  9. Paulo Sáes disse:

    … com todo o respeito àqueles que gostam de polemizar a Palavra de DEUS que é tão clara e não se contradiz, sejam adventistas ou qq outra denominação, tenho só uma coisa a dizer pois está na BIBLIA e eu sigo a ELA e não a homens da minha ou de qq igreja, A VONTADE DE DEUS ESTÁ EXPRESSA NOS 10 MANDAMENTOS escritos em EXÔDOS 20 e reafirmado em toda a BIBLIA de forma clara. Todos podem notar que do 1º ao 4º mandamento está expresso o AMOR que devemos a DEUS, e do 5º ao 10º o AMOR que devemos ao próximo, e está escrito tb que ” AQUELES QUE ME AMAM GUARDAM OS MEUS MANDAMENTOS, E AQUELES QUE DIZEM QUE ME AMAM (como todas as igrejas que se dizem Cristãs) E NÃO GUARDAM OS MEUS MANDAMENTOS SÃO MENTIROSOS E NELES NÃO ESTÁ A ” V E R D A D E “, e tb está escrito que o PAI DA MENTIRA É SATANAS. Portanto devemos tomar cuidado quanto aos 10 mandamentos da LEI de DEUS que é a LEI do AMOR.

    E mais, os homens querem mesmo é fazer suas próprias vontades e seguirem seus próprios interesses e guardar o Sábado fere tudo isso, sabendo que o Sábado é o Sêlo de DEUS, o inimigo inventou o domingo (dia do deus sol, deus pagão – sunday) através da igreja romana por Constantino e o “papa” edito de 07/03/321, mudando a Lei de DEUS por esse 1º decreto dominical, e dessa maneira a igreja romana se vangloria quando evangélicos ex: Assembleias de Deus tem esse dia como o dia do Senhor e de guarda. Lamentável e triste é ver o poder dos inimigos da Lei de DEUS fazerem a cabeça de pessoas táo sinceras, e como disse um irmão aqui, que ja foi da Assembléia, são um povo de muita fé e dedicação, porém enganados pelo poder satânico.

    Queridos irmãos de tds denominações, vamos orar uns pelos outros para quebrar esse poder do mal que existe, está escrito em Mateus 7 nos seguintes versos:

    21 – Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a VONTADE de meu Pai, que está nos céus.
    22 – Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? e em teu nome não expulsamos demônios? e em teu nome não fizemos muitos milagres?
    23 – Então lhes direi claramente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniquidade.

    no sentido mais puro de entender a INIQUIDADE, quer dizer: praticar o PECADO, e todos sabemos que o PECADO é a transgressão da LEI dos 10 MANDAMENTOS DE DEUS, é ir contra a VONTADE de DEUS !

    iniquidade (u-i)
    s. f.
    1. Qualidade ou carácter! de iníquo.
    2. Grande injustiça; pecado; crime; perversidade.

    finalizando, deixo para todos nós o meu desejo que está escrito em Números 6:24-26

    O Senhor te abençoe e te guarde;
    O Senhor faça resplandecer o seu rosto sobre ti, e tenha misericórdia de ti;
    O Senhor levante sobre ti o seu rosto, e te dê a paz.

    Amém !

  10. Jose Barboza disse:

    Pastor Natan Fernandes,
    Se está tão convicto de suas predicas sobre a Assembleia de Deus porque então deleta o que escrevo como resposta em seu blog?
    se a salvação dependesse de guarada de sabodo ou de lei podemos colocar o Todo Poderoso no PROCON ou na justiça comum. simplesmente por só começar a salvação apartir do ano 1800 d.C. para cá quando sua religião foi criada. se Jesus Cristo comeu carne e trabalhou no sabado ele tambe perdeu a salvação.
    tenha coragem de não deletar e deixe seus companheros lerem e meditar no que estou escrevendo.
    se o senhor não confessar que Jesus Cristo é o Senhor irá para o inferno com todo o seu conhecimento teologico. so em voces adulterar a Biblia Sagrada já será o bastante o inferno aguarada os tais pode ficar certo

  11. PR. MÁRIO PIMENTA disse:

    Amados irmãos a paz do Sr.

    me chamo Mário sou ministro do evangelho em são paulo,congrego na AD MIN BELÉM.
    QUERO ANTES DE MAIS NADA PARABENIZAR A NOSSA IGREJA MÃE,POIS FOI AÍ QUE TUDO INICIOU.
    ESTAMOS ANCIOSOS COM A FESTA DO CENTENÁRIO QUE JÁ ESTÁ ACONTECENDO EM TODO O BRASIL!
    ESTOU ORANDO PARA QUE VOSSA PROGRAMAÇÃO SEJA UMA BENÇÃO PARA O ESTADO DO PARÁ.
    FIQUEM COM DEUS,E MANDEM UM ABRAÇO PARA O PR. SAMUEL CAMARA E TODA IGREJA.
    AMÉM

  12. Pingback: Crise de Consciência - Onde você é livre para dizer o que pensa!

  13. Você acaba de passar a noite com a cabeça metida entre seus livros estudando para seu exame final da faculdade. Crê que se preparou bem. O professor lhe deu uma lista de temas importantes, e você estudou-os a consciência. Caminhando com confiança, você entra a sala de aula e se senta. O professor sorri e anuncia que terá só uma pergunta no exame. Você sorri para si mesmo, pensando que seguramente será um dos itens que o professor distribuiu a semana passada na guia de estudo para o exame final. Quando lhe põe diante o exame, você abre a boca enquanto olha fixamente a pergunta, sem poder crer o que vê. A pergunta não é uma das que estavam na guia de estudo. Em realidade, a pergunta lhe pede que escreva uma dissertação de cinco páginas sobre um tema que nem sequer foi apresentado em classe! Enquanto a ira e a frustração crescem em seu interior, você se pergunta: “Que espécie de professor tonto examinaria a seus estudantes a respeito de um tema cuja importância nunca comentou nem sublinhou”?

    Agora pense em Jesus. É o maior Mestre que o mundo já conheceu. Sabia exatamente como preparar a seus estudantes para as provas às que teriam de enfrentar na vida. Se Jesus e os apóstolos tivessem sabido que o sábado ia ser a grande “prova final”, então com segurança teriam passado tempo suficiente ensinando isto a seus discípulos. Se tivessem deixado de fazer isto, então teriam sido professores tontos. A verdade é que Jesus e os autores do NT rara vez mencionaram o sábado, e as poucas vezes que o fizeram deram a impressão de que o dia de culto não teria de ser um ponto de contenda entre os crentes (veja-se Romanos 14:5,6; Colossenses 2:16,17).

    Em vez de enfocar seu atendimento sobre o sábado, Jesus e os apóstolos se concentraram nos grandes temas cristãos da salvação, o amor com sacrifício, o perdão, e a vida eterna. Por que prestariam Jesus e os apóstolos tanta consideração a estes temas se o sábado teria de ser a grande prova final? Por que não dedicaram tempo a preparar-nos para a grande batalha final a respeito de qual dia deveríamos adorar a Deus?

    Segundo a profetisa Ellen White, o sábado é a grande prova final da humanidade: “O sábado será a grande pedra de toque da lealdade, pois é o ponto especialmente controvertido. Quando esta pedra de toque lhes seja aplicada finalmente aos homens, então se traçará a linha divisória entre os que servem a Deus e os que não lhe servem”. (O Conflito dos Séculos , p. 663).

    A verdade é que a Bíblia jamais descreve ao sábado como “prova final” de nenhuma classe. Jesus é muito explícito a respeito de que é a “prova final”. Em realidade, num de seus maiores sermões a seus discípulos, explica precisamente qual será a “prova final” quando Ele volte à terra por segunda vez. Veja aqui na Bíblia preparada pelos Adventistas, Clear Word:

    “Todos os que estejam na terra serão reunidos adiante dele, e separará aos que são legitimamente seus dos que não o são, como o pastor separa as ovelhas das cabras durante o tempo da tosquia. Porá as ovelhas a sua direita e às cabras a sua esquerda. Então dirá aos que estão a sua direita: “Vocês são os filhos de Deus porque são muito semelhantes a Ele. Venham! É tempo de receber sua herança. Preocuparam-se pelos demais, o qual demonstra que se preocupam por mim. Quando os demais tinham sede, deram-lhes água. Quando tiveram fome, deram-lhes de comer, e quando não tinham lugar onde viver, deram-lhes alojamento. Quando os demais não tinham nada adequado para vestirem-se, deram-lhes roupa. Quando estiveram enfermos, visitaram-lhes e lhes consolaram, e quando estiveram no cárcere, não os esqueceram”. Mateus 25:32-36

    Disse Jesus: “Vocês são filhos de Deus porque foram à igreja aos sábados e criticaram aos que iam à igreja os domingos”? Não! O sábado jamais foi uma prova para os cristãos gentis, e jamais o será. A prova final será se uma pessoa tem ou não tem o caráter amoroso e desinteressado de Cristo Jesus. Poderia-se argumentar quem mais deseja que o sábado seja a “prova final” é em realidade Satanás mesmo. Ele sempre tem estado a procurar a maneira de distrair aos cristãos do verdadeiro evangelho. Por milhares de anos, tem estado tratando de fazer que o entendimento das pessoas se dirija a discutir sobre quais requisitos legalistas deveriam cumprir-se para ser salvo. Pode-se fazer que os cristãos se ponham a argumentar a respeito do legalismo, as leis morais e de saúde, e outros variados requisitos, então pode fazer com que se apartem seus olhos da salvação por graça por meio da fé em Cristo Jesus. Se Satanás pode conseguir fazer com que o sábado seja a “prova final”, então terá conseguido pôr um requisito legal em lugar da verdadeira prova final, que é nascer de novo, recebendo o caráter desinteressado do Cordeiro de Deus.

  14. jrmanaus disse:

    Olá irmão Fabricio,
    você comentou: “A prova final será se uma pessoa tem ou não tem o caráter amoroso e desinteressado de Cristo Jesus”.

    Como então obter o caráter amoroso de Cristo?

    A bíblia nos ensina que somos salvos unicamente pela GRAÇA de Cristo mediante a fé. (Efésios.2:8, atos 16:31). A lei de Deus, obedecemos por amor (João 14:15 e 1º Joao 5:2), porque aceitamos a Cristo e Ele passa a habitar em nós, com isso temos prazer na obediência, ou seja, não adulterando, não cobiçando, não mentindo, não furtando, etc…Aliás, Deus dá o Espirito Santo aqueles que obedecem (Atos 5:32). O papel da lei de Deus é o de ser uma norma de vida do cristão, e também age como espelho que nos mostrar o pecado (romanos 3:20 e 7:7), e você, ao ver sua falha, se lava no sangue de Cristo. É dessa maneira, quem está debaixo da graça, guarda os mandamentos de Deus (João 14:15) e o sábado também faz parte desse contexto. Entendo que o irmão considere o texto de Col.2:16, como “prova” de que o sábado semanal tenha sido abolido, mas tal texto, já foi explicado em seu comentário anterior

    Mateus 7:21-23. Há um texto conhecido, leia em sua bíblia. Ali Jesus mostra que muitos que efetuavam milagres, expulsavam demônios em nome de Jesus, são rejeitados pelo próprio Jesus! quando Ele retornar, por que será? Analisemos um trecho do texto:

    “…Então, lhes direi explicitamente: nunca vos conheci. Apartai-vos de mim vós que praticais a INIQUIDADE” (verso 23)

    A palavra INIQUIDADE vem do grego ANOMIAN que significa desrespeito a lei!

    .Jesus portanto está dizendo: “…Então, lhes direi explicitamente: nunca vos conheci. Apartai-vos de mim vós que DESRESPEITA A LEI”

    Irmão, o apóstolo Paulo guardava o sábado. Ao lermos Atos 16:13 observamos um episódio em que Paulo guardou o sábado ao ar livre, em um lugar tranqüilo, longe das sinagogas e em um país estranho. Outros textos de Atos 18:3-4 e 11 também nos auxiliam.

    Por fim Paulo, “segundo seu costume” (Atos 17:2) “Seu” – grego “AUTOS”. Significados: 1) ele próprio, de si mesmo. 2) ele, ela, isto; 3) o mesmo.
    Paulo não guardava o sábado para agradar judeus, mas por sua própria convicção
    Ele ficou nesta cidade (Corinto) um ano e seis meses, tempo suficiente para mostrar ao povo a mudança do dia santo ou sua anulação. Todavia, ele não fez isto. Muito pelo contrário: durante este período, guardou mais de 70 sábados

    Creio que vc é um Cristão sincero, mas acho que vc deveria ler um pouco mais sobre a doutrina adventista (fontes primárias). O sábado é um mandamento que aponta para o Criador. Ao guardá-lo vc reconhece Deus como seu Criador e Senhor de toda a Terra. Há muito mais sobre esse tema, porém estarei aguardando sua resposta, para poder dar continuidade a esse tema

    Um abraço, meu amigo

  15. Meus irmãos desse blog eu sou assembleiano e quase virei adventista do 7°dia, ri demais com os comentários de vocês. Só os Adventistas “tem a salvação” é isso que vocês afirmam superficialmente. A IASD tem tantos podres encobertos que se vocês descobrirem vão repuguinar a mesma. Eu não faço acepção de pessoas muito menos de credos religiosos (como vocês) e este comentário não é um confronto e nem um debate.

    Queria que não falassem de coisas que vocês não sabem, a guarda do domingo não foi uma mudança da Lei Mosaica…é apenas um símbolo e que ignorantemente e alienadamente vocês afirmam segundo Srª Withe que é a marca da besta (risos). O lei abolida na cruz, não foi por um acaso Cristo sabia que haveriam resistentes hoje nas suas novas Sinagogas.

    Pensar que guardar o sábado é a vontade suprema de Deus é uma profanação absurda à própria vontade de Deus, pois ninguém cumpriu senão Cristo. O Apóstolo Paulo pode vos explicar em seus escritos que Judeus e Gentios NUNCA tiveram na Nova Aliança que guardar os 10 mandamentos ou Lei de Moisés.

    Sabe não quero debater com ninguém, pois a hermenêutica da IASD não apoia os contextos Bíblicos neo-testamentários Cristãos e sim Judaicos. Se fosse debater, teria que ser cara-a-cara POIS EU NÃO SOU DE FICAR FALANDO PELAS COSTAS, ANTES EU PESQUISO E ESTUDO ATÉ PORQUE A “SEITA” QUE MAIS ESTUDO SÃO OS “ADVENTISTAS DO 7º DIA” que quase me tornei,e hoje sou “SALVO PELA GRAÇA” e NÃO PELO FALSO ESPÍRITO DE PROFECIA.

    A Paz do Senhor, meu email: tarciotrajano@hotmail.com, caso queriam conversar civilizadamente trocar idéias como cristãos, e não para me adventizar ou neojudaizar. Aviso logo sou apologéta e conheço profundamente as doutrinas IASD.

  16. IASD disse:

    Caro amigo não ensinamos que o domingo, mero dia da semana seja a marca da besta. Estude mais o entendimento das profecias. Ensinamos que a maioria dos seguidores de Cristo se encontram na Igrejas protestantes:

    E em que corporações religiosas se encontrará hoje a maior parte dos seguidores de Cristo? Sem dúvida, nas várias igrejas que professam a fé protestante.

    Fonte: O Grande Conflito, p. 383.

    Portanto estude mais o ponto de vista adventista. Conforme Ellen White declarou a maior parte dos salvos estão fora da igreja adventista.

  17. Sim meu irmão deste blog, louvo a Deus por você pensar assim. Mais a realidade da IASD é outra, se eu sou transgressor do 4º mandamento logo vou contra Deus e conta a vontade dEle e não posso ter salvação sem observar o decálogo – disse-me um certo adventista.
    Eu tenho esse livro da Srª Withe, já li todo ele e não encontrei nem uma menção objetiva que que os protestantes (no caso eu) seremos salvos, senão virarmos Adventistas. Como já disse não quero debater e nem brigar com os ASD, tenho muitos amigos dessa Seita e respeito assim como eles me respeitam (em certos momentos) quando não querem me adventizar, e eu apenas refuto de acordo com oque aprendi com a bíblia.

    GÁLATAS 4
    1 Ora, digo que por todo o tempo em que o herdeiro é menino, em nada difere de um servo, ainda que seja senhor de tudo;
    2 mas está debaixo de tutores e curadores até o tempo determinado pelo pai.
    3 Assim também nós, quando éramos meninos, estávamos reduzidos à servidão debaixo dos rudimentos do mundo;
    4 mas, vindo a plenitude dos tempos, Deus enviou seu Filho, nascido de mulher, nascido debaixo de lei,
    5 para resgatar os que estavam debaixo de lei, a fim de recebermos a adoção de filhos.
    6 E, porque sois filhos, Deus enviou aos nossos corações o Espírito de seu Filho, que clama: Aba, Pai.
    7 Portanto já não és mais servo, mas filho; e se és filho, és também herdeiro por Deus.
    8 Outrora, quando não conhecíeis a Deus, servíeis aos que por natureza não são deuses;

    “9 agora, porém, que já conheceis a Deus, ou, melhor, sendo conhecidos por Deus, como tornais outra vez a esses RUDIMENTOS FRACOS E POBRES, aos quais de novo quereis servir?”

    “10 GUARDAIS DIAS, e MESES, e TEMPOS, e ANOS.”

    Sabe estudando a bíblia achei engraçado, Paulo repreendendo os Gálatas por causa de Pedro. Pedro era um duas caras, e como era Judeu quando Paulo o deixava tomando conta dos Cristãos Gentios ele judaizava eles. Quando Paulo chegou aos Gálatas deu uma dura neles pois estavam profanando o Sábado de Deus pensando que estavam guardando-o pois não eram circuncidados não eram da nação de Israel e nem Judeus, tudo por causa de Pedro por falta de sabedoria ocultou que os Gentios e os Judeus cristãos que abraçam a Nova Aliança ” NÃO” estão sobre outra Lei senão a de Cristo (Lei da Liberdade ou Lei do Espírito).

    A Paz do Senhor

  18. Há antes que me esqueça, para as religiões protestantes e para Cristo e Paulo a Lei de Deus “NUNCA” se referiu somente e exclusivamente aos 10 mandamentos na Antiga e Nova Aliança. A divisão da lei Mosaica em lei moral e cerimonial não existe, pelo menos eu nunca vi isso na minha Bíblia (Palavra de Deus). A Bíblia Sagrada mostra que a Lei é só uma:

    Lv 14.22 – uma mesma lei tereis, tanto para o estrangeiro como para o natural; pois eu sou o Senhor vosso Deus.

    Nm 15.16 – Uma mesma lei e uma mesma ordenança haverá para vós e para o estrangeiro que peregrinar convosco.

    Sl 78.5 – Porque ele estabeleceu um testemunho em Jacó, e instituiu uma lei em Israel, as quais coisas ordenou aos nossos pais que as ensinassem a seus filhos;

    Por isso, se um Gentio (estrangeiro/nós) quiser seguir a lei de Moisés, terá que se submeter à cultura e costume Judaicos, isso se o que Paulo afirma em “2Co 3.1-14″ não for verdade como defende a IASD. Se Cristo não aboliu a lei, logo ela ainda vigora como na Antiga Aliança, logo:

    Tg 2.10 – Pois qualquer que guardar toda a lei, mas tropeçar em um só ponto, tem-se tornado culpado de todos. (Trata-se de quem está sob a lei não dos Cristãos)

    Defender que a Lei de Deus são somente os 10 mandamentos ou lei de Moisés é um tremendo erro, quando a Bíblia mostra o termo “Lei de Deus” refere-se a toda Escritura Sagrada, e não somente aos 10 mandamentos, que em outro momento são chamados de “Lei do Senhor ou Livro da Lei”. Concluímos então que a Lei de Deus é toda a escritura no nosso caso “A Bíblia”, veja:

    Lc 24.44 – Depois lhe disse: São estas as palavras que vos falei, estando ainda convosco, que importava que se cumprisse tudo o que de mim estava “ESCRITO NA LEI DE MOISÉS, nos PROFETAS e nos SALMOS.”

    Cristo não destruiu a lei, e sim deu seu sentido completo abolindo-a na Cruz:

    Mt 5.17 – Não penseis que vim destruir a lei ou os profetas; não vim destruir, mas cumprir.

    Hoje a lei serve para nos mostrar que somos pecadores, Cristo nos pregou e nos mostrou a nova guarda dessa lei:

    Rm7.6 – Mas agora fomos libertos da lei, havendo morrido para aquilo em que estávamos retidos, para servirmos em novidade de espírito, e não na velhice da letra.

    Rm 13.8 – A ninguém devais coisa alguma, senão o amor recíproco; pois QUEM AMA AO PRÓXIMO TEM CUMPRIDO A LEI.
    9 Com efeito: Não adulterarás; não matarás; não furtarás; não cobiçarás; e SE HÁ ALGUM OUTRO MANDAMENTO, tudo nesta palavra se resume: Amarás ao teu próximo como a ti mesmo.
    10 O amor não faz mal ao próximo. De modo que o “AMOR É O CUMPRIMENTO DA LEI”.

    A Paz do Senhor

  19. IASD disse:

    Tarcio a Lei de Deus era dividida em 2: O que estava dentro da arca da aliança era somente os 10 mandamentos. Do lado da arca da aliança, do lado de fora, ficava o livro de leis cerimoniais:

    (Deuteronômio 31:26) – Tomai este livro da lei, e ponde-o ao lado da arca da aliança do SENHOR vosso Deus, para que ali esteja por testemunha contra ti.

    Existem muitos tipos de mandamentos na Bíblia. A Lei moral que regula inclusive trabalho e descanso (10 mandamentos), a lei de sacrifícios de animais do templo, a lei da Páscoa, do Pentecostes, do Dia da Expiação que eram feriados em Israel. Paulo mesmo após convertido não esqueceu do dia de Pentecostes:

    (Atos 20:16) – Porque já Paulo tinha determinado passar ao largo de Éfeso, para não gastar tempo na Ásia. Apressava-se, pois, para estar, se lhe fosse possível, em Jerusalém no dia de Pentecostes.

    A Lei de Pentecostes, de sacríficos de animais não ia dentro da arca da aliança. Não havia um escrito que foi colocado dentro da arca da aliança sobre esses temas. Sinal que são valoradas na Bíblia de maneira diferente. Até hoje as Igrejas Cristãs ensinam os 10 mandamentos, os colocando como código moral especial, acima de todos os outros.

    Veja os escritos de professores católicos e protestantes sobre os 10 mandamentos:

    http://adventismoemfoco.wordpress.com/escritos-oficiais-da-igreja-catolica-e-igrejas-protestantes-sobre-o-santo-sabado/

    Também existem as leis alimentares. Jesus não morreu na cruz para limpar o rato, a barata, o porco e os tornarem comestíveis. Ele morreu para limpar nossos pecados, então o porco e o camarão continuam sendo animais que Deus odeia que seres humanos comam.

    O príncipe dos pregadores da Igreja Batista, Carlos H. Spurgeon, afirma o seguinte em seus “Sermons”:
    “A Lei de Deus é uma lei divina, santa, celestial, perfeita. Aqueles que acham defeito na lei, ou que a depreciam em grau mínimo, não compreendem o seu desígnio e não têm uma idéia correta da própria lei. Paulo diz que ‘a lei é santa, mas eu sou carnal; vendido sob o pecado’. Em tudo quanto dizemos concernente à justificação pela fé, nunca intencionamos diminuir o conceito que nossos ouvintes têm da lei, pois a lei é uma das obras de Deus mais sublimes.

    Não há nenhum mandamento a mais; não há nem um a menos; mas ela é tão incomparável que sua perfeição é uma prova de sua divindade. Nenhum legislador humano poderia ter trazido a existência uma lei semelhante à que encontramos no Decálogo.” [Vol. 2, sermão 18, pág. 280. Grifos acrescentados.]

    Podemos transcrever aqui nada mais nada menos que o próprio manual das Igrejas Batistas, o “New Hampshire Confession of Faith”, sistematizado por Edward T. Hiscox, onde não há nenhum ensinamento da abolição ou mesmo da alteração da Lei de Deus nesta positiva declaração:
    “Cremos que as Escrituras ensinam que a Lei de Deus é a norma eterna e imutável de Seu governo moral (Rom. 3:31; Mat. 5:17; Luc. 16:17; Rom. 3:20; 4:15); que essa lei é santa, justa e boa (Rom. 7:12; 7:7, 14, 22; Gál. 3:21; Sal. 119); e que a incapacidade, que as Escrituras atribuem aos homens caídos, de cumprirem seus preceitos, resulta inteiramente de seu amor ao pecado (Rom. 8:7, 8);

  20. IASD disse:

    Você poderá acompanhar o que os grandes pregadores da Igreja Batista ensinavam sobre os 10 mandamentos no tópico próprio.

    http://adventismoemfoco.wordpress.com/2009/06/26/o-que-a-igreja-batista-diz-sobre-a-lei-e-o-sabado/

    Na Igreja Batista, Católica, Presbiteriana, em todas as igrejas os 10 mandamentos são ensinados para as crianças, fugindo da lógica de sua explicação. Se sua explicação estivesse correta nenhuma igreja deveria ensinar a lei para as crianças, pois o desejo de Cristo seria a transgressão dela. O desejo do Pai seria que fôssemos ladrões, adúlteros, assassinos, cobiçadores e transgressores do sábado.

  21. jrmanaus disse:

    Olá Tarcio,
    Creio que vc não leu meu comentário do dia 19 de dezembro. Leia, pois há algumas respostas a suas observações

    Grande abraço

  22. leiam tudo por favor:
    Oi Jrmanaus, li todos os comentários desta pagina e percebi que satanás só está enganando os assembleianos, pois os adventistas tem “A Verdade e a luz da bíblia”. Não estou aqui para defender Igreja e nem para julgar a Adventista (pois quase fui um).
    O meu único desejo é que nos entendamos como cristãos, tudo que eu posto os ASD refutam como se eles fossem a única verdade absoluta. Eu não preciso de aula teológica pra aprender a bíblia através IASD, o que o Espírito Santo me ensinou eu defendo é diferente.
    Eu afirmo que nós não satanizamos e nem evitamos a Lei Divina, da qual provem toda a Bíblia. De todos meus comentários, creio que não entenderam quase nada do conteúdo que vos passei. Concordo com muitas coisas que vocês postaram, mais discordo de muitas outras:

    Quando dizemos que não estamos debaixo da lei e que a mesma foi abolida, de modo nem um ela foi destruída ou esquecida, o próprio Cristo diz em “Mt 5.17″. Os dizeres assembleianos postados ACIMA são apenas fragmentos totalmente fora de contexto verdadeiro, usados a favor da doutrina IASD.
    Nós cremos que Cristo deu o sentido completo da lei, cravando-a na cruz concedendo-nos o Espírito Santo e uma nova lei (regida pelo mesmo) provinda da antiga, uma lei de Amor (conhecida como lei da Liberdade ou Lei do Espírito – 2Co 3.6,17; Rm 7.6; 8.1-5). Isso por causa dos Gentios que não tinham e a Lei, a Igreja primitiva nunca observou as Leis como os Judeus.

    O irmão do blog tentou me corrigir sobre a divisão da lei, o “Livro da Lei” neste caso eram todas as escrituras inspiradas por Deus a Moisés até o aquele momento, o conteúdo da lei contidos dentro da Arca da Aliança era o mesmo do Livro da lei, só diferia nas ordenanças acrescentadas por Moisés a entendimento da mesma.
    * Lei Moral é a lei que os Gentios tinham conhecida como acusação de consciência, os Gentios da Bíblia nunca guardaram a lei como os Judeus. Os 10 mandamentos ou a lei escrita, servia para eles saberem que eram pecadores e estudos proféticos sobre o próprio Cristo.

    O irmão posta muito dizeres Batistas sobre a Lei, não discordamos nem um pouco sobre o que dizem sobre a lei de Moisés. A questão das minhas postagens é a ignorância IASD, só nessa pagina fomos chamados de satanistas, enganadores e endemoninhados tudo porque não aceitamos a “doutrina da igreja verdadeira”. Isso porque a IASD tem o Espírito de Deus, imagine se não.

    Voltando ao assunto, Jesus e Paulo confrontaram toda legião de Judeus de sua época. Tudo por causa da lei de moisés, quando Cristo começou a pregar as Boas Novas muitos Judeus pensavam que Ele queria dar fim nas tradições. Cristo estabeleceu a Nova Aliança nEle mesmo, e a lei escrita foi abolida “2Co 3.1-14″, nisso foi abolido a maneira antiga de obedecer a lei, pois, NINGUÉM CUMPRIU A LEI. Jesus nos ensinou que a Lei toda se resume a um “Grande Mandamento” dividindo 2 partes da Lei, como o irmão ASD postou acima, do 1º ao 4º e do 5º ao 10º:

    MATEUS cap.22
    33 E as multidões, ouvindo isso, se maravilhavam da sua doutrina.
    34 Os fariseus, quando souberam, que ele fizera emudecer os saduceus, reuniram-se todos;
    35 e um deles, doutor da lei, para o experimentar, interrogou-o, dizendo:
    36 Mestre, qual é o grande mandamento na lei?
    37 Respondeu-lhe Jesus: AMARÁS ao SENHOR TEU DEUS de TODO o TEU CORAÇÃO, de TODA TUA ALMA, e de TODO O TEU ENTENDIMENTO.
    38 Este é o grande e primeiro mandamento.
    39 E o segundo, semelhante a este, é: AMARÁS AO TEU PRÓXIMO COMO A TI MESMO.
    40 DESTES DOIS MANDAMENTOS DEPENDEM TODA A LEI E OS PROFETAS.

    ROMANOS cap.13
    8 A ninguém devais coisa alguma, senão o amor recíproco; pois QUEM AMA AO PRÓXIMO TEM CUMPRIDO TODA A LEI.
    9 Com efeito: Não adulterarás; não matarás; não furtarás; não cobiçarás; e SE HÁ ALGUM OUTRO MANDAMENTO, tudo nesta palavra se resume: Amarás ao teu próximo como a ti mesmo.

    10 O amor não faz mal ao próximo. De modo que O AMOR É O CUMPRIMENTO DA LEI.

    Cristo queria que fossemos totalmente dependentes dEle, as coisa velhas já passaram eis que tudo se fez novo. Não servimos mais na velhice da letra escrita em tábuas de pedra, e sim em Novidade de Vida seguindo a lei de Cristo através do AMOR!

    A Lei é Sagrada ninguém discorda disso, nunca mudou. Hoje a lei que nos rege é a mesma, mais não da maneira antiga, mais pela Graça, Misericórdia e principalmente pelo Amor de Deus! Somos salvos pela fé, nada mais ajuda na salvação senão Cristo! Glória a Deus!

    Não vou mais postar no seu blog irmão(a) da IASD, se quiser dar uma resposta DÊ! Eu amo os ASD e mesmo que venham em confronto teológico filosófico, aprendi que isso não leva a lugar algum.

    Cristo é a “Verdade” e a Vida, não existe OUTRA VERDADE e nem outra “MENSAGEM” senão a dEle!

    A Paz do Senhor, tchau.

  23. jrmanaus disse:

    Ola Tarcio,
    que bom que algumas coisas em comum. Acreditamos assim como vc, que jesus não destruiu a sua Lei, mais trouxe plenitude. EM mateus 5:17 ele diz: “…não vim para revogar, vim para CUMPRIR” e a palavra cumprir, do Grego PRELOO, significa plenitude…ou seja Ele veio plenificar a antiga aliança, substituindo todo o cerimonial judaico e todas as ordenanças (sacrificios de animais) que eram simbolo Dele…pelo seu próprio sacrifício. Por isso a biblia diz que Cristo aboliu as leis de ordenanças (Col2:14 e Ef.2:15)

    Porém, apenas complemento dizendo que nós adventistas cremos que a salvação é pela graça (Ef.2:8), mas ao estar debaixo da graça, devemos viver uma vida de obediência a Deus, e guardar os seus mandamentos é fundamental para isso (1º João 5:2).
    A lei de Deus, te traz liberdade sim…Pensemos juntos. Em nossa sociedade, vc é livre se obedecer a lei ou se quebrar a lei? Se vc cometer um homicidio, o código penal condena vc…Se vc atravessar o semáforo no vermelho, a lei de Trânsito, condena vc…Dessa forma vc estará debaixo da lei…Note, irmão que o Cristão, por ser obediente a lei, não está debaixo dela (debaixo da condenação dela)

    Paulo diz: “O pecado não terá dominio sobre vos, pois não estais debaixo da lei e sim da graça” (Rom 6:14

    Estaria o Cristão autorizado a quebrar a lei, por estar debaixo da graça? Paulo responde:

    “E dai, havemos de pecar por estar de baixo da graça? de modo nenhum” (Romanos 6:15)

    .Ai está a resposta de Paulo. A biblia ainda complementa dizendo que pecado é a transgressão da lei (1º João 3:4), logo podemos concluir que Paulo está dizendo: havemos de transgredir a lei por estarmos debaixo da graça? de modo nenhum

    Paulo ainda confirma em outro verso bíblico: “Anulamos a lei pela fé? de maneira nenhuma, antes confirmamos a lei” (Romanos 3:31)

    Voce comentou a respeito do amor, como NOVO mandamento…Vc tem razão, de um certo ponto de vista, mas cabe uma observação:

    “Novo mandamento vos dou: que ameis uns aos outros…” (João13:34)

    A palavra novo vem do grego KAINOS e significa renovado, vindo de algo anterior…ou seja, Cristo não estava “substituindo” os mandamentos de Deus pelo amor e sim renovando…Assim como um casal pode renovar seus votos de casamento…mas não quer dizer que irão casar novamente e começar um outro (novo) casamento…

    O principio de Amar a Deus e ao próximo, já existia desde o antigo testamento:

    “AMARÁSO SENHOR TEU DEUS, de todo teu coração, de toda tua alma e de toda tua força” (Deut.6:5)

    “Não te vingarás, nem guardará ira contra os filhos do teu povo; mas AMARÁS O TEU PRÓXIMO COMO A TI MESMO, eu sou o Senhor” (Deut.19:18)

    Um grande abraço. amigo

  24. jrmanaus disse:

    Só corrigindo, esse ultimo texto está em Lev.19:18

    Um abraço

  25. Klinger Pena disse:

    Acho que o problema do Tarcio é orgulho ferido.VC não leu o que seus lideres disseram? sobre a lei e o sábado? Enganado está vc amigo, pois as doutrinas que vc segue vieram deles. Deixe de orgulho e pense em sua salvação. VC sabe o que é salvação pela graça? Não é só perdão dos pecados, é também poder para ser semelhante a Deus, poder pra ser santo.Sabe o que isso sgnifica? Capacidade de guardar a lei de Deus naturalmente! Quando vc parar de estudar a iasd, e procurar com humildade o que a biblia diz vc achará o caminho. Esses mesmo liders da assembléia que são relatados aqui, muitos deles falam como vc. Sou apolegético e o Espirito me guia. A diferença é que eles são humildes diante do que é verdade. E vc não. Em vez de ficar contestando a iasd, vá atrás deles e pergunte por que eles declaram isso.O problema é que eles são pagos por pessoas como vc, e por isso não querem sair.Sabem o que é certo,mas não querem perder o status que tem. Agora vc amigo. Corra atrás deles. Porque a Ellem White que vc critica. profetizou que muitos como vc irão atrás desses lideres culpando-os pela sua perdição. Agora deixe de orgulha e venha lutar por Cristo. Deixe de ser uma Saulo e venha ser um Paulo. Agora não esqueça. Vá atrás deles, eles é que foram citados aqui. Nós não precisamos dessa conversa pq nós aceitamos a lei de Deus. Eles é que precisam ser contestados.

  26. Boa tarde a todos,
    Gostaria de saber uma coisa da IASD.
    Vocês podem acender fogo no sábado?

    Abraço para todos.

  27. jrmanaus disse:

    Olá Welliton. Seja bem vindo.
    Essas questões de aceder fogo aos sábados, ou o fato de médicos e policiais trabalharem aos sábados, etc…já foram aqui expostas. Procure os tópicos aqui no blog

    Um abraço, amigo

  28. Bem meu caro Klinger Pena, eu disse que não postaria mais comentários. Mudei de idéia, sabe quando se confronta uma doutrina que se diz verdadeira (seita) e a mascara da mesma cai, costuma doer como uma ferida aberta.

    Não gostei da sua atitude ao meu respeito, não sou orgulhoso apenas procuro defender na bíblia o que creio por isso sou apologeta. Se você aceitou essa montagem aproveitadora/oportunista de comentários acima totalmente fora do contexto verdadeiro, é a prova maior de que a IGNORÂNCIA vem de sua parte.

    Se não gostou/entendeu das minhas postagens, problema seu não lhe devo satisfações. É tipico que alguns membros da IASD julguem os não-ASD. Defender sua doutrina é uma coisa, tentar humilhar os outros é “desrespeito” (a si mesmo). Se quiser defender a IASD primeiro abra a tua bíblia, tua mente e leia direito, quando estiver maduro pra trocar idéias: comente.

    Rm 14.5 – Um faz diferença entre dia e dia, mas outro julga iguais todos os dias. Cada um esteja inteiramente convicto em sua própria mente.
    19 Assim, pois, sigamos as coisas que servem para a paz e as que contribuem para a edificação mútua.
    20 Não destruas por causa da comida a obra de Deus. Na verdade tudo é limpo, mas é um mal para o homem dar motivo de tropeço pelo comer.

    Só mais uma observação, se Cristo aboliu só a “lei cerimonial” como os irmãos assim defendem. Porque Ele resumiu os 10 mandamentos por mandamentos vindos da do Livro da Lei que a IASD chama de “lei cerimonial” que foi abolida? (nem um dos comentários acima, respondem essa pergunta)

    A Paz do Senhor

  29. jrmanaus disse:

    Olá Tarcio, que bom que vc continua a participar desse blog. É importante partilharmos nossa crença, desde que o objetivo seja nosso crescimento espiritual, mesmo que haja algumas diferenças doutrinárias entre nós.
    gostaria de contribuir dizendo que é a própria biblia que aponta que as cerimônias (leis de ordenanças) que foram anuladas na cruz (Ef.2:15 e Col 2:14)
    Você comentou que Cristo resumiu os 10 mandamentos, como vindos do livro da lei. Irmão, permita-me observar que os 10 mandamentos não foram escritos no livro da Lei.

    Leis de caráter cerimonial e demais leis: “Tendo Moisés acabado de escrever integralmente as palavras desta lei num livro, deu ordem aos levitas que levavam a arca, dizendo: Tomai este livro da lei e ponde ao lado da arca da aliança do Senhor, vosso Deus para que ali esteja por testemunha contra ti” Deuteronômio.31:24-26

    Lei de caráter moral: “Então escreveu o Senhor nas tábuas, segundo a primeira escritura, os dez mandamentos que ele vos falará no dia da congregação, no monte no meio do fogo O Senhor deu a mim, Virei-me desci do monte e pus as tabuas na arca que eu fizera; e ali estão como o Senhor me ordenou” Deuteronômio:10:4-5

    É muito clara a diferença, note:

    Lei Moral (10 mandamentos)

    Foi escrita por Deus
    Foi escrita em tábuas de Pedra
    Foi posta dentro da arca

    Leis cerimoniais e demais leis

    Foi escrita por Moisés
    foi escrita em um livro
    Foi posta ao lado da arca

    Na realidade, Cristo resumiu seus mandamentos no amor (como mostrado em meu comentário anterior).

    Um grande abraço

  30. oi tarcio ..apenas uma questão sem leis ou guarda de dias…vc apenas entrou no blog para ofender a crença alheia? como pode vc vir e dizer isso e uma seita? ou aquilo e uma seita?
    eu poderia vir aqui e dizer facilmente a assembleia de deus e uma seita..isso seria tão facil…veja aqui um pquno resumo oque e a assmbleia de deus …” A Assembleia de Deus chegou ao Brasil por intermédio dos missionários suecos Gunnar Vingren e Daniel Berg, que aportaram em Belém, capital do Estado do Pará, em 19 de novembro de 1910, vindos dos Estados Unidos. A princípio, frequentaram a Igreja Batista, denominação a que ambos pertenciam na Suécia. Eles traziam a doutrina do batismo no Espírito Santo, com a glossolalia — o falar em línguas espirituais — como a evidência inicial da manifestação para os adeptos do movimento. A manifestação do fenômeno já vinha ocorrendo em várias reuniões de oração nos Estados Unidos (e também de forma isolada em outros países), principalmente naquelas que eram conduzidas por Charles Fox Parham, mas teve seu apogeu inicial através de um de seus principais discípulos, um pastor leigo negro, chamado William Joseph Seymour, na rua Azusa, Los Angeles, em 1906.
    A nova doutrina trouxe muita divergência. Enquanto um grupo aderiu, outro rejeitou. Assim, em duas assembleias distintas, conforme relatam as atas das sessões, os adeptos do pentecostalismo foram desligados e, em 18 de junho de 1911[4], juntamente com os missionários estrangeiros, fundaram uma nova igreja e adotaram o nome de Missão de Fé Apostólica, que já era empregado pelo movimento de Los Angeles, mas sem qualquer vínculo administrativo com William Joseph Seymour. A partir de então, passaram a reunir-se na casa de Celina de Albuquerque. Mais tarde, em 18 de janeiro de 1918 a nova igreja, por sugestão de Gunnar Vingren, passou a chamar-se Assembleia de Deus, em virtude da fundação das Assembleias de Deus nos Estados Unidos, em 1914 em Hot Springs, Arkansas, mas, outra vez, sem qualquer ligação institucional entre ambas as igrejas.
    A Assembleia de Deus no Brasil expandiu-se pelo estado do Pará, alcançou o Amazonas, propagou-se para o Nordeste, principalmente entre as camadas mais pobres da população. Chegaram ao Sudeste pelos idos de 1922, através de famílias de retirantes do Pará, que se portavam como instrumentos voluntários para estabelecer a nova denominação aonde quer que chegassem. Nesse ano, a igreja teve início no Rio de Janeiro, no bairro de São Cristóvão, e ganhou impulso com a transferência de Gunnar Vingren, de Belém, em 1924, para a então capital da República. Um fato que marcou a igreja naquele período foi a conversão de Paulo Leivas Macalão, filho de um general, através de um folheto evangelístico. Foi ele o precursor do assim conhecido Ministério de Madureira, como veremos adiante.
    A influência sueca teve forte peso na formação assembleiana brasileira, em razão da nacionalidade de seus fundadores, e graças à igreja pentecostal escandinava, principalmente a Igreja Filadélfia de Estocolmo, que, além de ter assumido nos anos seguintes o sustento de Gunnar Vingren e Daniel Berg, enviou outros missionários para dar suporte aos novos membros em seu papel de fazer crescer a nova Igreja. Desde 1930, quando se realizou um concílio da igreja na cidade de Natal, a Assembleia de Deus no Brasil passou a ter autonomia interna, sendo administradas exclusivamente pelos pastores residentes no Brasil, sem contudo perder os vínculos fraternais com a igreja na Suécia. A partir de 1936 a igreja passou a ter maior colaboração das Assembleias de Deus dos Estados Unidos através dos missionários enviados ao país, os quais se envolveram de forma mais direta com a estruturação teológica da denominação. ” …agora se vc observar sua denominação surgiu e divergencias doutrinarias, …e q os seus amigos e fundadores de sua doutrina suecos Gunnar Vingren e Daniel Berg,…sairam fugidos por pregar heresias em sua propia igreja… você ainda tem coragem de chamar a IASD de seita? estude mais a historia de sua propia igreja e veja…eu facilmente poderia chamar a assembleia de seita..nem os propios lideres de ssua igreja eram aceitos nas suas antigas denominações…ore bastante e veja onde esta o erro..vou lhe ajudar..” SEU CORAÇÃO”…UFA naum queria nem ajudar

  31. PARA ESSE IRMÃO TRAJANO DIGO O SEGUINTE- CHAMAR A IASD DE SEITA É UMA HONRA PARA NÓS LEIA ATOS 24-14 – O APOSTOLO PAULO DIZ (SEGUNDO O CAMINHO A QUE VOÇES CHAMAM DE SEITA ASSIM SIRVO AO SENHOR GUARDANDO TUDO O QUE ESTA ESCRITO NA LEI E NOS PROFETAS) VIU TRAJANO VOÇE TAMBEM NOS CHAMA DE SEITA ASSIM COMO CHAMARAM A PAULO E PAULO DIZ CLARAMENTE GUARDANDO TUDO O QUE ESTA ESCRITO NA LEI E O SÁBADO ESTA NA LEI -SR TRAJANO – E SABE AGORA VEM O PIOR PRA VOÇE PAULO DISSE ISSO 47 ANOS APOS A MORTE DE CRISTO NA CRUZ – UÉ A LEI NÃO FOI ABOLIDA NA CRUZ PORQUE ELE DIRIA ISSO 47 ANOS DEPOIS TRAJANO – E MAIS EM ROMANOS 7-7 E 7-12 – PAULO DIZ A LEI É SANTA JUSTA E BOA – UÉ NÃO FOI ABOLIDA ??????? E DIZ MAIS PELA LEI VEM O CONHECIMENTO DO PECADO POIS PECADO É A TRANSGRESSÃO DA LEI – ENTÃO SR TRAJANO SE NÃO TEM LEI NÃO TEM PECADO E EU PERGUNTO ACABOU O PECADO NINGUEM PECA MAIS – A BIBLIA DIZ AQUELES QUE SEM LEI VIVEM SEM LEI SERÃO CONDENADOS MAS OS QUE VIVEM COM LEI PELA LEI SERÃO JULGADOS VOÇE TRAJANO VAI SER JULGADO PELA LEI QUE VOÇE DIZ QUE FOI ABOLIDO (ABSURDO) UM OUTRO AI DE CIMA PERGUNTOU SE OS ADVENTISTAS ACENDEM FOGO NO SÁBADO – QUAL MANDAMENTO É ESSE ME DIGA QUE MANDAMENTO DIZ NÃO ACENDERÁS FOGO O SÁBADO ISSO É DO LIVRO DE MOISÉS 615 ORDENANÇAS QUE FICAVA DO LADO DE FORA DA ARCA E ISSO NÃO VALE MAIS MAS A LEI DE DEUS OS 10 MANDAMENTOS ELE ESCREVEU ABENÇOOU E SANTIFICOU EE O DEUS QUE EU SIRVO NÃO MUDA DE PALAVRA JÁ O SEU EU NÃO SEI !!!!!!!!!!

  32. Alguem comentou neste site: Temos percebido um tanto preocupado, porém, que as pessoas se filiam a uma placa de igreja sem a preocupação de se informarem sobre as suas doutrinas, crenças e ensinamentos referindo-se a Assembléia de Deus.
    Quem fica preucupado somos nós cristãos evangélicos com quem se filia a esta denominação sem saber seus fundamentos Leia:
    Os erros dos adventistas não são de maneira nenhuma originais, digamos assim. Em 1640, na Inglaterra, um grupo intitulado Homens da Quinta Monarquia enfatizavam o advento de Cristo através de ensinos ascéticos. Pietistas Luteranos alemães do sec. XVII e XVIII também deram ênfase a alguns aspectos do advento. Todos estes tiveram muito de suas doutrinas plagiadas pela Sra White e seus compiladores, bem como alguns ensinos do arcebispo irlandês James Usher (1581-1656).

    Muito da doutrina que se iniciou com a Sra White, Joseph Bates, Iram Edson e Tiago White, foi modificada e sofreu, digamos, alguns “ajustes” com o fim de viabilizar as idéias de seus fundadores. Quando apresentaram a William Miller a nova interpretação sobre a Daniel 8:44, dando uma nova interpretação para a equivocada doutrina de Miller sobre a data da volta de CRISTO, o grupo afirmou que o que havia se iniciado era na verdade uma contagem regressiva para a implementação do Reino. Jesus deveria realizar uma indispensável revisão dos inscritos no Livro da Vida para que começasse o Reino, o que depois chamaram de Juízo Investigativo. E uma das maneiras de apressar o advento do Reino era observar o sábado mosaico (7o Dia), ao invés do domingo que eles, até então, observavam como o dia do SENHOR.
    Miller rejeitou as novas interpretações, arrependeu-se de sua previsão equivocada, pediu perdão a sua igreja e morreu como batista fiel. Miller jamais se tornou um adventista. E os adventistas hoje usam o sábado não para apressarem a volta do Reino, mas sim para garantirem sua própria salvação. Se fazem de judeus, mas não o são. (Apoc 3:9)

  33. Tudo que a Igreja deveria guardar do Antigo Testamento foi ratificado por Cristo e seus Apóstolos se me mostrarem um vercículo sequer que eu devo guardar o sábado dos filhos de Israel Exodo 31.13, começa a observa-lo hoje mesmo.

  34. Tudo que a Igreja deveria guardar do Antigo Testamento foi ratificado por Cristo e seus Apóstolos se me mostrarem um versículo sequer Novo Testamento que eu devo guardar o sábado dos filhos de Israel Exodo 31.13, começa a observa-lo hoje mesmo.

  35. deixo esta respostas para todos os adventista, as igrejas evangelicas nunca deram falsa profecia sobre o fim do mundo, ao contrario a falsa profeta ellen e outros profeta da igreja adventista ja deu varias profecias que nao se conpriram e a biblia diz que quem diz falsa profecia e considerado falso profeta e nem os adventista guarda o sabado, lembresse que moises nao acendeu fogo, e mandou que ninguem acendesse, sabado pertence ao velho testamento e nos estamos no novo antes A salvaçao era pela lei hj e pela graçA de nosso senhor jesus cristo, cristo aboliu a lei nA cruz, antes de falA que a assembleia da falsA profecia leia sobre seus fundAdores satanistAs e falsos profetas.
    obrigado

  36. IASD disse:

    Cledson, quem pregou data do fim do mundo foi o movimento MILLERITA, não o adventismo. Estude mais nossa história!

  37. miller foi pioneiro do movimento adventista, nao se esqueça ele pertence a sua historia.

  38. Às vezes, fico meditando, o que Jesus acha disso tudo. Cada igreja que nasce dizendo ser a única correta, corrigido os outros com seus dógmas. Pior que todas são novas, posteriores aos anos 300. Geralmente, vem um visionário, e tudo começa de novo! A Católica, entre, talvez, 300-400, continuaram outras, depois da reforma protestante, aí choveu!!! Vários ministérios. Pior que todos esses movimentos, pelo menos os mais forte e restritos, começaram com um PROFETA, Testemunha Jeová, Mórmon, Advestista, Pentecostais. E aí, manos!! crer em quem todos sabem: em Cristo Jesus, agora, como? eis a questão. Não por eu ter dúvida, pois sei em quem tenho crido, em Jesus Cristo de Nazaré. Mas já imaginou um indivíduo que em sua casa decide “Hoje quero aceita a Cristo?” sai na porta de sua casa e ver os diversos denominações, vem um dizedo aqui é a certa, aqui tem poder de Deus, aqui só oferta não dízimo, aqui guardamos o primeiro testamento, aqui guardamos só o segundo testamento, aqui Cristo foi homem, aqui Cristo foi Deus e Homem, aqui seremos deuses algum dia, aqui sábado não pode, aqui só pode se vender livros, aqui só se falar em línguas, aqui tem dinheiro no rodo, aqui só se ler e seguir fulano de tal… rapa!!! não é fácil, não! Fora as que não são( ou se dizem) cristãos! Por isso que creio mesmo em Jesus e na Bíblia como sua Palavra, só pelo Espírito de Deus podemos ver e reconhecer que Ele é Deus, principalmente nos dias de hoje. Falso profeta existe em todo lugar, em qualquer lugar nessa terra, temos que cuidar para não sermos um deles, ou fazermos pequenas obra de falsos profetas. Ou acham que todos que praticam são com mal intenção no coração? muitos vezes, nós, cristãos, agimos de forma equivocada e praticamos obras que nao são de Deus, só ver o dia a dia,a titude, de muitos, no trabalho, fofoca, respeito pais, sempre agindo de forma conveniente principalmente nos negocios. Geralmente, os cristãos põem se como vítimas, mas sofrem por sempre querer impor algo a alguém. Jesus nos ensinou a oferecer as boas novas, anunciar não é guerriar com faca e sangue. Já viram falar do pecado pela integridade? Aquele que vc fica tão íntegro que acaba se tornando orguloso. Nisso esquece do amor verdadeiro de Cristo, já não veem mais com piedade, mas como um espécie de competição, sem misericórdia! Não creio que esse sábado seja para ser seguido como nos tempos de moises, não creio que pra ser santo tenha que falar em línguas, não creio que sua igreja(qualquer uma que seja a sua, leitor) seja a correta, e agora?? vai me odiar e escrever contra o que eu falei? vai tentar me ganhar na lábia de sua doutrina? ou vai orar por mim, se ajoelhar e pedir a Deus que me ilumine? que me abençoe e que me guie pelo caminho CORRETO (sem dizer pra Deus qual é o caminho). Muitas vezes, o camarada tá pedido algo e já diz pra Deus como é que tem que fazer! srsr

    Fiquem na Paz!

  39. IASD disse:

    Raimundo a Bíblia diz que há uma arca da aliança no Céu. (Apocalipse 11:19). Os 10 mandamentos que incluem o sábado são a norma de julgamento. Jesus é o Deus-judeu, o senhor do sábado. Siga-O.

  40. Ruben………

    Amados irmão deixo estes versículos para vocês que ficam criando contenda sobre a palavra de Deus.

    (Mt 7.6).Não deis aos cães as coisas santas, nem deiteis aos porcos as vossas pérolas, não aconteça que as pisem com os pés e, voltando-se, vos despedacem”

    Agora, pois, por que tentais a Deus, pondo sobre a cerviz dos discípulos um jugo que nem nossos pais puderam suportar, nem nós? Mas cremos que fomos salvos pela graça do Senhor Jesus, como também aqueles o foram” (At 15.10,11)
    Se quiser contender com ele, nem a uma de mil coisas lhe poderá responder.
    Jó 9:3

    Ah! se alguém pudesse contender com Deus pelo homem, como o homem pelo seu próximo!
    Jó 16:21

    Seja qualquer o que for, já o seu nome foi nomeado, e sabe-se que é homem, e que não pode contender com o que é mais forte do que ele.
    Eclesiastes 6:10

    Porventura o contender contra o Todo-Poderoso é sabedoria? Quem argui assim a Deus, responda por isso.
    Jó 40:2

    E ao servo do Senhor não convém contender, mas sim, ser manso para com todos, apto para ensinar, sofredor;
    2 Timóteo 2:24

    Que Deus tenha misericórdia de vocês que fazem como os fariseus que discutiam sobre a lei de de Deus em vão, pois enquanto vós contendam sobre os estatutos do Senhor dos Exércitos as almas perecem no mundo. Tanto conhecimento para ficar em contendas.

    Vigiai porque o dia do Senhor esta próximo e ai daquele que não estiver com as vestes brancas.

  41. David Garcia disse:

    paz de cristo a todos!
    a verdade biblica é bem clara quando diz que cristo anulou a lei ou seja a antiga aliança.em relacao ao sabado se a igreja adventista o guarda,pelo menos deveria fazer como diz a lei, em exodo 35.3 diz que nao se deve acender o fogo em nossa casa,ou seja a dona de casa nao pode conzinhar tambem nao se poderia levar nem um tipo de carga jeremias 17.21 em mateus 12 jesus é bem claro os dicipulos estavam colhendo espigas para comer em ouras palavras um pai de familia que trabalha no sabado estar trabalhando para “comer”. jesus nao os condena .e no concilio de jerusalem atos 15 os apostolos nao se referiram ao sabado ou a qualquer rito judaico.acredito que todo dia para o cristao deve ser um dia de adoracao e para fazer o bem.termino meu comentario deixando a voces colossenses 2.16.

  42. Vamos orar parar que o Espírito da Verdade esclareça toda a VERDADE aos nossos queridos irmãos assembleianos. Levantemos um clamor ao Todo Poderoso, a fim de que Ele toque profundamente em seus corações, despertando-os para o conhecimento pleno de sua palavra. Não por força, nem por violência, mas pelo Meu Espírito, diz o Senhor dos Exercítos!!!

  43. David Garcia disse:

    queria deixar bem claro que nao considero a igreja adventista uma seita apesar de nao concordar com certas coisas admiro muito seu zelo pela biblia mais se nao se deve trabalhar no sabado o pastor adventista que é renumerado deveria tirar uma folga.

  44. Lua Souza disse:

    em hebreus capitulo 4: 8-9 fala que ainda resta um repouso para o povo de Deus.

  45. Pingback: Igreja Assembléia de Deus defende o princípio do mandamento do sábado | Adventismo em Foco

  46. ATENÇÃO SENHORES DEBATEDORES: OBEDEÇAM AS REGRAS DO BLOG!
    (ONDE ESTÃO OS MODERADORES?) OFENSAS PESSOAIS E PALAVRAS DE BAIXO CALÃO NÃO DEVEM SER UTILIZADAS POR CRISTÃOS!

    OBEDEÇAM AS REGRAS GRAMATICAIS E RESPEITEM OS SEMELHANTES E AS COISAS SANTAS: PALAVRAS PRÓPRIAS OU NOMES PRÓPRIOS SÃO ESCRITOS COM INICIAIS MAIÚSCULAS!

    EXEMPLOS:

    Deus, Jesus Cristo, Espírito Santo, Bíblia Sagrada, Antigo Testamento, Novo Testamento, Céu, Trono de Deus, Jardim do Éden, Nova Jerusalém, Santa Cidade, Cidade Santa, Dez Mandamentos da Lei de Deus, Espírito de Profecia, Igreja Adventista do Sétimo Dia, Assembléia de Deus, e etc…

    Li o artigo e todos os comentários aqui postados, mas recuso-me a entrar nesse debate pelo seguinte motivo:

    “Paulo, apóstolo de Cristo Jesus, segundo o mandado de Deus, nosso Salvador, e de Cristo Jesus, esperança nossa. A Timóteo, meu verdadeiro filho na fé: graça, misericórdia e paz da
    parte de Deus Pai e de Cristo Jesus, nosso Senhor. Como te roguei, quando partia para a Macedônia, que ficasse em Éfeso, para advertires a alguns que não ensinassem doutrina diversa, nem se preocupassem com fábulas ou genealogias intermináveis, pois que produzem antes discussões que edificação para com Deus, que se funda na fé… Mas o fim desta admoestação é o amor que procede de um coração puro, de uma boa consciência, e de uma fé não fingida; das quais coisas alguns se desviaram, e se entregaram a discursos vãos, querendo ser doutores da lei, embora não entendam nem o que dizem nem o que com tanta confiança afirmam. Sabemos, porém, que a lei é boa, se alguém dela usar legitimamente, reconhecendo que a lei não é feita para o justo, mas para os transgressores e insubordinados, os irreverentes e pecadores, os ímpios e profanos, para os parricidas, matricidas e homicidas, para os devassos, os sodomitas, os roubadores de homens, os mentirosos, os perjuros, e para tudo que for contrário à sã doutrina, segundo o evangelho da glória do Deus bendito, que me foi confiado. Dou graças Àquele que me fortaleceu, a Cristo Jesus nosso Senhor, porque me julgou fiel, pondo-me no seu ministério, ainda que outrora eu era blasfemador, perseguidor, e injuriador;
    mas alcancei misericórdia, porque o fiz por ignorância, na incredulidade; e a graça de nosso Senhor superabundou com a fé e o amor que há em Cristo Jesus”.
    “Fiel é esta palavra e digna de toda a aceitação; que Cristo Jesus veio ao mundo para salvar os pecadores, dos quais sou eu o principal; mas por isso alcancei misericórdia, para que em mim, o principal, Cristo Jesus mostrasse toda a sua longanimidade, a fim de que eu servisse de exemplo aos que haviam de crer nÊle para a vida eterna”.
    “Ora, ao Rei dos séculos, imortal, invisível, ao único Deus, seja honra e glória para todo o sempre. Amém”.
    “Esta admoestação te dirijo, filho Timóteo, que segundo as profecias que houve acerca de ti, por elas pelejes a boa peleja, conservando a fé, e uma boa consciência, a qual alguns havendo rejeitado, naufragando no tocante à fé; e entre esses Himeneu e Alexandre, os quais entreguei a Satanás, para que aprendam a não blasfemar” (I Timóteo 1:1-20).

    QUE DEUS SEJA LOUVADO E NOS ABENÇOE A TODOS!

  47. A paz do Senhor, irmãos!

    Que o amor de Jesus esteja em nosso corações. Que aqueles que já atingiram a compreensão de um tema bíblico, não o utilize para ferir o seu irmão e aqueles que querem avançar em conhecer o Senhor (Então conheçamos, e prossigamos em conhecer ao SENHOR Oséias 6:3), peçam ao Espírito Santo de Deus, para compreender os grandes temas da bíblia…

    ” Muitos que foram uma vez conscienciosos e amaram a Deus e Sua Palavra têm-se tornado tão endurecidos pela rejeição da luz da verdade que não hesitam em impiamente desfigurar e falsamente acusar os que amam o santo sábado, desde que assim fazendo possam anular a
    influência dos que destemidamente afirmam a verdade. Mas essas coisas não impedirão a obra de Deus. Na verdade, esta conduta seguida pelos que odeiam a verdade será precisamente o meio de abrir os olhos de alguns. Cada jóia será separada e reunida, pois a mão do Senhor está estendida para reaver o remanescente de Seu povo, e Ele completará a obra gloriosamente.
    Nós que cremos na verdade devemos ser muito cuidadosos para não dar ocasião de falarem mal de nossas virtudes.”
    Primeiros escritos, Pág. 70.

  48. Olá a todos, o sábado é um assunto contravertido por muitos cristãos protestantes de várias religiões, assim como vida após a morte, dom de língua e profecia, a vinda secreta e o arrebatamento secreto e muitos outro, quero lhes dizer que em muitas igrejas estão sendo pregadas mentiras, prosperidade, muitos roubos a fieis, querendo vender pano por 100 reais, e por aí vai… mais sei também que há muitos sinceros, muitos irmãos independente de religião, que são sinceros, que ao estudar e compreender realmente olhar na bíblia como os bereanos faziam, pois se você irmão sincero, acredita na bíblia verá que não tem contraversões, meus amigos li nos comentários pessoas falando que só os adventistas irão para o céu, bem, não é verdade, muitos de várias outras religiões irão também, mais a pergunta é, você conhece aquilo que aprendeu e guardou fielmente, e não conheceu mais além, DEUS há de julgar essas pessoas pelo que conheceu, mais agora se você tem o conhecimento, e passa a conhecer mais e não aceitar oque a bíblia fala, isso já não te torna mais inocente,a questão da Santa Lei de DEUS deve ser estudada em toda bíblia pois existem mais de 420 textos bíblicos que fala sobre a santificação da LEI MORAL (10 mandamentos) e cerca de 104 vezes, que fala sobre a santificação do sábado, e muitos ainda pegam textos isolam do seu contexto que fala de um outro assunto e interpretam do modo que querem que seja interpretado, e acham que estão fazendo o correto. Um dia em um questionamento sobre a Lei, um amigo da assembléia me falou: mais os mandamentos não são mais aqueles Jesus resumiu em 2 apenas, amar a DEUS e amar ao próximo.
    Mais creio que ele não entendeu o contexto pois muitos só aceitam oque está no novo testamento e deixa o antigo pra lá

    “Toda Escritura é inspirada por DEUS e é útil para ensinar, para repreender, para corrigir, para instruir em justiça;
    para que o homem de Deus seja perfeito, e perfeitamente preparado para toda boa obra.” (II Timóteo 3:16)
    não podemos aceitar marcos, lucas e joão e deixar os outros toda a bíblia, também temos que ver as questões culturais da época…

    “Santificai os Meus sábados, pois servirão de sinal entre Mim e vós, para que saibas que Eu Sou o Senhor, vosso Deus.” Ezequiel 20:20.Veja também Êxodo 31:13 a 18.
    Quem Guardou o Sábado?
    Adão e Eva – Gênesis 2:3.
    Deus – Gênesis 2:1 a 3.
    Povo de Deus – Êxodo 16:4,5, 22 a 30.
    Estrangeiros em Israel – Isaías 56:6.
    Profetas – Ezequiel 20:20.
    Jesus – Lucas 4:16.
    Virgem Maria – Lucas 23:54 a 56.
    Apóstolos – Atos 13:13, 14; 17:2; 18:4.
    Os Salvos no Céu – Isaías 66:22, 23.
    Como Guardar o Sábado?
    Observar de pôr-do-sol a pôr-do-sol. Levítico 23:32.
    Preparar-se para receber o sábado. O dia anterior ao sábado é o dia da preparação. Lucas 23:54.
    Não trabalhar ou realizar atividades seculares no sábado – esportes, viagens, jogos, ouvir rádio, músicas seculares, assistir TV, etc. Êxodo 20:8-11; Isaías 58:13, 14.
    O sábado é um dia para está em família, em adoração a DEUS, um dia só você e ELE trabalhando para ELE… e isso queridos e espero que tenham compreendido.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s