Perguntas e Respostas a um Católico Romano

Feliz ano novo a todos.
Pois bem, quero respostas que utilizem passagens bíblicas:
1) Quando Jesus se encontra com Elias e Moisés no monte Tabor, se não eram santos ( como eu creio ), onde na Bíblia diz que Moisés ressuscitou ( já que Elias foi arrebatado )?
2) Quando Jesus disse ao ladrão “Hoje estarás comigo no paraíso”, Jesus mentiu ou o ladrão se tornou um santo ( já que não há relato na bíblia que o ladrão ressuscitou logo após a morte na cruz )?
3) Nos evangélios fica claro que Jesus não guardava o sábado ( não da forma fanática como os fariseus ), e fazia milagres no sábado. Então mostrem uma passagem no N.T. que ordene guardar o sábado ( já que a LEI e os PROFETAS se resumem em “Amar a Deus sobre todas as coisas e o próximo como a ti mesmo” )?
4) Onde na bíblia diz que Jesus é o anjo / arcanjo Miguel ( já que anjo / arcanjo é criatura )?

E mais:
Se a igreja primitiva não guardava o sábado (que recebeu a doutrina diretamente dos apóstolos ) porque só depois de 1800 anos isto deveria ser feito por uma igreja cristã?

Enfim, não tem um site adventista que não esteja atacando a Igreja Católica. Incrível que encontrem tanta referência à ICAR nos livros proféticos, justamente porque estes podem ser interpretados de muitas formas. Incrível que já que gostam de atacar, porque não atacam também os Judeus, Mulçumanos, Budistas? Jesus Cristo é marca registrada? Enfim, é muito triste que uma igreja criada tendo como base o mais puro subjetivismo ( interpretações de livros proféticos ), queira afirmar como “verdade” estes absurdos contra a ICAR.
Se as interpretações dos livros proféticos feitas pelos adventistas fossem tão exatas, o mundo teria acabado em 1844.

RESPOSTAS

Pergunta 1)

A Bíblia ensina que não existe vida em forma de espírito após a morte, mas  existirá vida após a ressurreição do último dia:

(João 6:40) –  Porquanto a vontade daquele que me enviou é esta: Que todo aquele que vê o Filho, e crê nele, tenha a vida eterna; e eu o ressuscitarei no último dia.

Existem exceções a regra principal. Enoque, o sétimo após Adão e o Profeta Elias foram levados vivos. Em Moisés, a Bíblia apenas nos dá pistas de sua ressurreição (o túmulo jamais foi encontrado) e apresenta a realidade factual dela. Vejamos os 3 fatos:

Fato 1: As escrituras declaram que Moisés morreu e foi enterrado pessoalmente por Deus. Porém, o local do túmulo nunca foi revelado, pairando certo mistério oculto:

Deu 34:5-6: Assim Moisés, servo do Senhor, morreu ali na terra de Moabe, conforme o dito do Senhor, que o sepultou no vale, na terra de Moabe, defronte de Bete-Peor; e ninguém soube até hoje o lugar da sua sepultura.
.
Fato 2: As Escrituras falam de que houve uma batalha pelo corpo ou cadáver de Moisés. É revelado parte do mistério do que ocorreu na região de seu túmulo:

(Judas 1:9) – Mas o arcanjo Miguel, quando contendia com o diabo, e disputava a respeito do corpo (cadáver) de Moisés, não ousou pronunciar juízo de maldição contra ele; mas disse: O Senhor te repreenda.

Fato 3: Moisés desce do Reino de Deus, ao lado de Elias (que havia sido levado vivo aos Céus) para conversar com Jesus:

(Lucas 9:30-32) – E eis que estavam falando com ele dois homens, que eram Moisés e Elias, os quais apareceram com glória, e falavam da sua morte, a qual havia de cumprir-se em Jerusalém.

Juntando as Evidências:

Ponto 1: Elias pôde descer do Céu para conversar com Jesus porque ele havia sido levado vivo aos Céus. (ver II Reis 2:11-12).

Ponto 2: Moisés foi ressuscitado dos mortos, após Miguel ter disputado seu corpo com Satanás, senão nunca teria aparecido para conversar com Jesus.

O cristianismo pressupõe vida após a ressurreição.  Sem passar pela ressurreição não há vida. A grande maioria das pessoas apenas será ressuscitada na segunda vinda:

(I Tessalonicenses 4:16) – Porque o mesmo Senhor descerá do céu com alarido, e com voz de arcanjo, e com a trombeta de Deus; e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro.

.

Pergunta 2)

Caro amigo, Jesus não disse ao ladrão na cruz que “Hoje estarás comigo no paraíso”. Três dias depois ao ressuscitar ele declarou a Maria Madalena que não havia ainda subido ao paraíso:

Não me detenhas; porque ainda não subi para meu Pai … S. João 20:17.

Veja que 3 dias depois ele ainda não havia subido aos céus. Ora, então Cristo mentiu ao ladrão na cruz? Em uma única frase demoliu todas as dezenas de passagens que fala da morte como um sono? É claro que não, por isto o motivo da passagem ter sido traduzida levianamente para favorecer o ponto de vista baseado na filosofia grega da maioria das igrejas. Tanto que o correto seria:

Em verdade te digo hoje, estarás comigo no paraíso.

Caso ainda tenha dúvidas é só você pesquisar as diferentes traduções da Bíblia e verá que cada tradutor arroja a vírgula em algum lugar da frase como lhe convém e não baseado em outras passagens bíblicas. Certas traduções ainda trazem a expressão “que” no lugar da vírgula, que não consta no texto grego.

A cópia do Códice Vaticano nos comprova que nos Manuscritos primitivos unciais não havia separação das palavras e nenhum sinal de pontuação. A conhecida e muito útil obra História, Doutrina e Interpretação da Bíblia do autor batista Joseph Angus, traduzida para o português por J. Santos Figueiredo no Volume 1, pág. 38 nos informa o seguinte a respeito da pontuação na Bíblia:

No oitavo século foram introduzidos outros sinais de pontuação. No nono foram introduzidos o ponto de interrogação e a vírgula.

O livro Arte de Pontuar de Alexandre Passos, página 22 nos afirma que estudando a história da pontuação através dos séculos, vemos que no V ou VI séculos os textos dos Evangelhos não apresentam nem ponto nem vírgula. Afirma ainda, este mesmo autor, que a separação das palavras na Bíblia torna-se mais freqüente no VII século. A ausência de pontuação deixa os tradutores na possibilidade de colocarem a pontuação de acordo com suas idéias preestabelecidas.

É evidente, que a mudança de pontuação, pode alterar totalmente o significado de uma frase, como nos comprovam as afirmações de Rui Barbosa na Réplica, vol. II, pág. 195:

Bem é que saiba o nosso tempo quanto bastará, para falsificar uma escritura. Bastará mudar um nome? Bastará mudar uma cifra? Digo que muito menos nos basta. Não é necessário para falsificar uma escritura mudar nomes, nem palavras, nem cifras, nem ainda letras, basta mudar um ponto ou uma vírgula.

A questão é: Quis Jesus dizer, literalmente, ‘Verdadeiramente eu te digo hoje’, ou ‘Hoje estarás comigo no paraíso’? A única maneira de conhecer o que Cristo queria indicar é descobrir respostas escriturísticas para algumas outras questões, tais como: O que ensinou Jesus concernente ao tempo em que os homens teriam a recompensa?

A Bíblia está repleta de claros exemplos mostrando que o galardão dos justos será apenas após a volta de Jesus. Dentre as muitas passagens destaquemos esta DUAS:

a) Apoc. 22:12 – “Eis que venho sem demora, e comigo está o galardão que tenho para retribuir a cada um segundo as suas obras.”

b) Mateus 16:27 – “Porque o Filho do homem há de vir na glória de seu Pai, com os seus anjos e então retribuirá a cada um conforme as suas obras.

Portanto Jesus precisa VIR UMA SEGUNDA VEZ para ressuscitar e dar o galardão ao ladrão da cruz. Ele não recebe sem o Filho vir na glória do Pai com seus anjos.

Como vimos o Novo Testamento foi escrito originalmente em grego. Assim sempre será bom pesquisar traduções da Bíblia feitas por pessoas diferentes para chegarmos a uma conclusão sobre qualquer assunto controvertido. Sendo assim, vejamos outras traduções das sagradas escrituras de João 20:17:

a) Tradução Trinitariana, em português, editada em 1883, pela “Trinitarian Bible Society” de Londres. Diz: “Na verdade te digo hoje, que serás comigo no Paraíso.”

b) Emphasized New Testament, de Joseph Bryand Rotherham, impresso em Londres, em 1903, assim reza: “Jesus! Lembra-te de mim na ocasião em que vieres no Teu reino. E Ele disse-lhe: Na verdade, digo-te neste dia: Comigo estarás no Paraíso.”

c) The New Testament, de George M. Lamsa, de acordo com a Texto Oriental, traduzido de fontes originais aramaicas, diz: “Jesus lhe disse: Na verdade te digo hoje, estarás comigo no Paraíso.”

d) A chamada Concordant Version, em inglês, assim traduz: “E Jesus lhe disse: ‘Na verdade a ti estou dizendo hoje, comigo estarás no Paraíso.”

e) O famoso manuscrito curetoniano da Versão Siríaca, existente no Museu Britânico assim reza: “Jesus lhe disse: Na verdade te digo hoje, que comigo estarás no Jardim do Éden.

E há mais ainda: o comentário da Oxford Companion Bible, que diz:

” ‘Hoje’ concorda com ‘te digo’ para dar ênfase à solenidade da ocasião; não concorda com “estarás’.”

.

Pergunta 3)

Sua terceira questão possui declarações curiosas. Você diz:

Nos evangélios fica claro que Jesus não guardava o sábado (não da forma fanática como os fariseus ), e fazia milagres no sábado. Então mostrem uma passagem no N.T. que ordene guardar o sábado (já que a LEI e os PROFETAS se resumem em “Amar a Deus sobre todas as coisas e o próximo como a ti mesmo” )?

Sua pergunta responde-se por si mesma. Jesus guardava o sábado, mas não da forma errada dos fariseus. Ele curava no sábado e ajudava os doentes, o que é lícito para o dia.  A Igreja Católica afirma que Jesus guardava perfeitamente o sábado. Clique aqui para ler as passagens da doutrina católica. A Igreja Católica também reconhece que todos os 10 mandamentos estão em vigor, e que o domingo é santíssimo por ORDEM dela, já que ““Não existe nenhuma palavra, nenhuma alusão, no Novo Testamento, acerca da abstinência do trabalho no domingo”. Também reconhece que:

“A Bíblia manda santificar o Sábado, não o domingo; Jesus e os apóstolos guardaram o Sábado. Foi a tradição católica que, honrando a ressurreição do Redentor, ocorrida no domingo, aboliu a observância do Sábado.” — Pe. Dubois, “O Biblismo”, p. 106.

Clique aqui para ler todas as referências católicas.

Como você bem disse a lei e os profetas SE RESUMEM em amar a Deus e o próximo, mas apenas SE RESUMEM e não SE SUBSTITUEM. A Igreja Católica ensina zelosamente todos os 10 mandamentos para seus fiéis, inclusive a proibição do homossexualismo, algo desnecessário se a lei tivesse sido substituída por amor sem parâmetros legais. Ela também ensina conforme a Carta Papal DIES DOMINI de João Paulo II, que o domingo é santo e que participar de eventos não religiosos neste dia É PECADO GRAVE.

Portanto a premissa de sua pergunta não segue nem mesmo a doutrina católica. Portanto as respostas são as seguintes: Jesus não quebrava o sábado, embora sendo maliciosamente acusado de tal. O Sábado ainda é o dia do Senhor. Para os que reconhecem a soberania papal, o domingo é o dia do Senhor e podem esperar a condenação eterna, todos os que deixarem de frequentar as missas para assistir jogos de futebol ou coisas semelhantes. A lei de Deus se resume no amor a Deus e ao próximo. Amar a Deus importa em guardar o sábado, bem como amar o próximo importa em não adulterar, não matar, não roubar etc. A premissa da substituição é falsa. Amar meu irmão não substitui o mandamento “não cobiçarás”, mas é a essencia espiritual dele.

.

Pergunta 4)

Onde na bíblia diz que Jesus é o anjo / arcanjo Miguel ( já que anjo / arcanjo é criatura )?

Sua quarta pergunta também se baseia num raciocínio equivocado ou premissa falsa. Você parte da idéia ou premissa que os adventistas ensinariam que Jesus seria um anjo. Isso está ERRADO.

O que os adventistas e a BÍBLIA ensinam é que Miguel NÃO É UM ANJO, mas o Filho de Deus. A Bíblia ensina que pela VOZ DO ARCANJO os mortos voltarão a vida e por MIGUEL todos serão salvos (Daniel 12:1-4). Veja o estudo completo no blog O ARCANJO MIGUEL É JESUS. O Livrinho QUEM É MIGUEL O ARCANJO responde muitas dúvidas.

.

Pergunta 5)

Se a igreja primitiva não guardava o sábado (que recebeu a doutrina diretamente dos apóstolos ) porque só depois de 1800 anos isto deveria ser feito por uma igreja cristã?

Sua pergunta também se baseia numa premissa que nem a Igreja Católica reconhece. A Igreja Católica ensina que a guarda dominical surgiu após o ano 100 entre os cristãos gentios que queriam afastar o cristianismo do judaísmo. Ela deu uma MEDALHA DE OURO ao livro histórico DO SÁBADO PARA O DOMINGO. Ela também reconheceu que o domingo é uma criação posterior e desvinculada da Bíblia. Os links foram citados na resposta da pergunta 3. A Bíblia mostra a igreja primitiva guardando o sábado:

(Lucas 23:56) – E, voltando elas, prepararam especiarias e ungüentos; e no sábado repousaram, conforme o mandamento.

(Atos 16:13) – E no dia de sábado saímos fora das portas, para a beira do rio, onde se costumava fazer oração; e, assentando-nos, falamos às mulheres que ali se ajuntaram.

(Atos 17:2) – E Paulo, como tinha por costume, foi ter com eles; e por três sábados disputou com eles sobre as Escrituras,

(Atos 18:3) – E, como era do mesmo ofício, ficou com eles, e trabalhava; pois tinham por ofício fazer tendas [durante a semana].
(Atos 18:4) – E todos os sábados disputava na sinagoga, e convencia a judeus e gregos.

Sua premissa também se baseia na idéia de que a guarda do sábado não existia antes da fundação da Igreja Adventista do Sétimo Dia em 1863. Ledo engano, os Batistas do Sétimo Dia já existiam desde o século 16. E antes disso havia centenas de grupos cristãos que observavam o sábado. VEJA AS CITAÇÕES HISTÓRICAS.

.

Pergunta 6)

Na pergunta final, vc diz: Enfim, não tem um site adventista que não esteja atacando a Igreja Católica. Incrível que encontrem tanta referência à ICAR nos livros proféticos, justamente porque estes podem ser interpretados de muitas formas. Incrível que já que gostam de atacar, porque não atacam também os Judeus, Mulçumanos, Budistas?

A resposta é simples: A Bíblia diz que haveria uma apostasia na Igreja cristã. A apostasia não ocorre em quem não faz parte da fé (budistas, mulçumanos), mas em quem professa ela. É o catolicismo que se corrompeu. O Islã não se reveste de cristianismo. Não engana os seguidores de Cristo. Mas apenas uma igreja vestida de vermelho e que mantém relações sexuais com os reis da Terra seria capaz de tal fato (Apocalipse 17:1-6).

.

DECLARAÇÕES FINAIS

Suas declarações finais também possuem inexatidões históricas. Você afirma: Se as interpretações dos livros proféticos feitas pelos adventistas fossem tão exatas, o mundo teria acabado em 1844. Ocorre que a Igreja Adventista só surgiu em 1863. Quem pregou que o mundo acabaria em 1844 foi o BATISTA William Miller.

About these ads
Esse post foi publicado em Perguntas Respondidas e marcado , , , , , , , , . Guardar link permanente.

6 respostas para Perguntas e Respostas a um Católico Romano

  1. manu disse:

    Só nao vê quem nao quer . A biblia é tao clara!
    Que bençao ser adventista!! Que esse texto possa esclarecer muitas duvidas e iluminar muitas pessoas!!

  2. Anderson Luiz disse:

    Caro colega. Grato por ter respondido as minhas perguntas. Peço desculpas se fui pretensioso. Logicamente que não concordo com tudo que me disse ( ressurreição de Moisés e Jesus ser arcanjo, já que crer nisto parte de interpretação ).
    Com relação à observância do sábado, palavras de Jesus ao ladrão na cruz e aspectos da igreja primitiva, digo que acrescentou muito, principalmente pela maneira honesta que as expôs.
    Mas como você bem sabe, eu aceito duas fontes de revelação divina ( a Bíblia e a Tradição Apostólica ), o que nos impede que concordemos em muitos aspectos.

    Abraço,

    Anderson.

  3. IASD disse:

    Olá Anderson. Obrigado por ser honesto também. Como você disse a Igreja Católica aceita a Bíblia + a Tradição e também o magistério dos pais da Igreja para resolver uma questão doutrinária. No entanto nossa posição é que a tradição e o magistério dos pais da igreja não interpretam corretamente as escrituras, mas corrompem a interpretação dela. Eles erraram em muitas coisas e em um tempo que o povo não tinha acesso a Bíblia, Deus lhes aceitava a sinceridade. Hoje sob a luz irradiante da Bíblia, erros não são mais tolerados. Principalmente quando há tantas testemunhas [como nosso blog] para ensinar o povo e existe uma igreja que é o oposto da Igreja Católica “Apostólica” Romana: A Igreja Adventista do sétimo Dia. Isso evidencia que há 2 caminhos e cabe ao inteligente descobrir qual é o largo e qual é o difícil e o estreito para seguir:

    (Mateus 7:14) – E porque estreita é a porta, e apertado o caminho que leva à vida, e poucos há que a encontrem.

  4. Pingback: Porque alguns comentários de leitores não são publicados? « Adventismo em Foco

  5. Agradeço pela cordialidade e bom senso com que aceitou as respostas deste site pois como adventista defendo-o e creio-o como instrumento do Pai para promulgar a verdade e portanto derrubar dogmas enganosos e maléficos. Por outro lado, e desculpe a franqueza, não consigo entender como, ao se ver a luz da verdade (e verdade esta exposta a partir de uma clara e concisa observação dos textos sagrados), ainda se possa não voltar com o coração quebrantado e coberto de arrependimento aos pés do Senhor Jesus, a IASD defende a verdade, não a verdade dela, mas a verdade da santa palavra do Deus da vida; clara, límpida e soberana. Esta verdade chegou a você, querido Anderson, aceite-a e ilumine sua vida, espero em Cristo que possa todos estes meses ter refletido nestas respostas e nelas encontre a paz, o caminho, a verdade e a vida, Jesus espera por você e nós também! Que Deus te abençoe!

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s