Entendendo o Neshamá e o Ruach

Os seguidores do Judaísmo utilizam o seguinte argumento para provar a Imortalidade da Alma. (O texto a seguir foi retirado de um fórum no Orkut):

A QUESTÃO:

Os falsários do cristianismo ao negarem a imortalidade da alma, fazem a maior da bagunça quanto as palavra ruach, nefesh, neshamá. Suas bíblias são cheios de prostituições nas traduções.

Chay nefesh é alma vivente podendo ser até aplicada animais, nefesh também traduzem por vida e ora por folego e ora por alma em suas biblias, descontextualizando todo o sentido da palavra de D’us e o sentido que realmente o leigo deveria saber e conhecê-la.

Vamos ver algumas aberrações e bagunças cristãs-bíblicas:

Lev 24.18 Mas quem matar um animal, o restituirá, vida por vida. Corrigida e Fiel

18 Mas quem matar um animal o restituirá: igual por igual. ARA
18 Mas quem matar um animal o restituirá: vida por vida. ARC.

Hebraico:

וּמַכֵּה נֶפֶשׁ-בְּהֵמָה, יְשַׁלְּמֶנָּה–נֶפֶשׁ, תַּחַת נָפֶשׁ.

Venakah nefesh-behamah YSalm’na Nefesh ThchTh Nefesh.(נָפֶשׁ)

Algumas passagens traduzem fôlego por neshamá e outras por ruach, desvirtuando todo sentido biblico original. Alegam assim que o homem tendo nefesh (alma) e ruach (espirito) quando morre sai ruach ou o espírito e nefesh morre, comparando o homem com o animal. Nefesh é alma no sentido primário, responsáveis pela faculdades vegetativas e sensitivas como qualquer animal.

Neshamá é a consciência e intelecto do homem que é uma parte da Divindade e, portanto imortal, por isso quando lemos no relato das Escrituras Hebraicas que D’us assoprou nas narinas do homem o Fôlego da vida, em hebraico lemos a palavra neshamá.

Em Ezequiel 18 está a palavra nefesh, fazendo alusão que a nefesh que pecar morrerá o que é óbvio! No entanto não há neshamá, que apesar de ser imortal, nada impede que D’us a destrua, porém não é como os adventistas teimam que é, pois em Ezequiel é a nefesh que morre!

הֵן כָּל-הַנְּפָשׁוֹת לִי הֵנָּה, כְּנֶפֶשׁ הָאָב וּכְנֶפֶשׁ הַבֵּן לִי-הֵנָּה: הַנֶּפֶשׁ הַחֹטֵאת, הִיא תָמוּת. Ez 18.4

=נֶּפֶשׁ nefesh, acima precedito por ha.

Salmo 150;6: Tudo quanto tem fôlego louve ao S’nhor. Louvai ao S’nhor. Corrigida e Fiel

6 Todo ser que respira louve ao Sénhor. Aleluia! ARA
6 Tudo quanto tem fôlego louve ao {Heb. a JAH} S’nhor. Louvai ao S’nhor! ARC.

Hebraico:

כֹּל הַנְּשָׁמָה, תְּהַלֵּל יָהּ: הַלְלוּ-יָהּ.
Kl ha-neshamá thall Yah Halav-Yah. neshama =(הַנְּשָׁמָה)

Aqui nesse salmo vemos que tudo que tem alma (neshamá); digo todos os homens ou suas almas; que louvem ao S’nhor, e não toda a alma (nefesh) pois os animais não possuem neshamá, responsável pelo intelecto para louvarem HaShem.

Vejam que as traduções propositalmente já adulteram os sentidos do original justamente para enganar leigos sobre ruach, nefesh, neshamá e assim passa imperceptível dos olhos dos biblistas. Ja os infusos do “ES” dizem aqui e acolá para confundir mais e mais ainda os leigos, pois as traduções já dão seu apoio, distorcendo o original.

Concluindo, adventistas: joguem suas biblias fora, pois não prestam!

A RESPOSTA:

Antes de dar a resposta é necessário fazer um preâmbulo fundamental. Temos que falar um pouquinho sobre a FÓRMULA DA VIDA. A forma como o homem foi criado:

A FÓRMULA DA VIDA É A SEGUINTE:

“Então formou o Senhor Deus ao homem do pó da terra, e lhe soprou nas narinas o fôlego da vida, e o homem passou a ser alma vivente.” Gênesis 2:7.

Vemos que o homem é formado de 3 partes: PÓ DA TERRA (corpo), Folego da Vida (espírito) e Alma Vivente.

Note que ao receber o fôlego da vida o homem passou a ser alma vivente (ser vivo). O Senhor não colocou dentro do homem uma alma, mas sim o folego da vida. Ele se TORNOU alma vivente, e NÃO RECEBEU A ALMA. Podemos concluir que:

PÓ DA TERRA+ FOLÊGO DA VIDA = ALMA VIVENTE.

criacao

A alma é o corpo com o fôlego da vida. Sem o folêgo da vida no corpo, não existe ALMA.

Feitas estas considerações, podemos entrar na explicação.

Uma comparação entre o Neshamá Imortal e o CD Rom

Em primeiro lugar é bom destacar o desconhecimento do Autor sobre o Cristianismo. Ele alega que a Bíblia foi adulterada para ensinar que a ALMA MORRE. No entanto, esta alegação é feita, como se as grandes religiões cristãs ensinassem que a alma morre. Ledo engano. A grande parte do Cristianismo segue a mesma linha do judaísmo de que a alma seria imortal e sobreviveria à morte do corpo. Portanto, a posição dos adventistas do 7° dia é exceção absoluta no meio cristão. Não foi sábio alegar adulteração da Bíblia, neste sentido.

Para responder ao Autor, usaremos uma comparação entre 3 objetos. Drive de Cd Rom do Computador, comparamos ao corpo humano. O CD- Rom em si comparamos ao Neshamá e a imagem que surge na tela do computador comparamos a alma vivente.

O autor do Texto disse:

Algumas passagens traduzem fôlego por neshamá e outras por ruach, disvirtuando todo sentido biblico original. Nefesh é alma no sentido primário, responsáveis pela faculdades vegetativas e sensitivas como qualquer animal. Neshamá é a consciência e intelecto do homem que é uma parte da Divindade e, portanto imortal, por isso quando lemos no relato das Escrituras Hebraicas que D’us assoprou nas narinas do homem o Fôlego da vida, em hebraico lemos a palavra neshamá.

O que as escrituras dizem? O INTELECTO DO HOMEM É PRESERVADO PARA A RESSURREIÇÃO, enquanto os dos animais não são, pelo simples fato de eles não possuírem neshamá. (mas Ruach).

(Eclesiastes 3:21) – Quem sabe que o fôlego do homem vai para cima, e que o fôlego dos animais vai para baixo da terra?

A Bíblia declara que o NESHAMÁ (toda as características que definem a pessoa, o intelecto) é preservado, mas como um CD ROM que não funciona se não estiver ligado ao computador (Corpo). No dia da Ressurreição ele é colocado de volta no CORPO e passa a funcionar:

(Ezequiel 37:4) – Então me disse: Profetiza sobre estes ossos, e dize-lhes: Ossos secos, ouvi a palavra do SENHOR.
(Ezequiel 37:5) – Assim diz o Senhor DEUS a estes ossos: Eis que farei entrar em vós o espírito, e vivereis.
(Ezequiel 37:6) – E porei nervos sobre vós e farei crescer carne sobre vós, e sobre vós estenderei pele, e porei em vós o espírito, e vivereis, e sabereis que eu sou o SENHOR.

SE O RUAH NÃO RETORNAR AO CORPO PARA FORMAR a ALMA VIVENTE (mais especial que dos animais = Neshamá) NÃO HÁ VIDA.

Se o CD ROM não for colocado dentro do Computador, não é possível assistir o filme ou ler o documento na TELA. O documento na tela é a alma vivente formada pelo corpo e o NESHAMÁ.

Por acaso o Neshamá (informações que se reproduzirão na tela do PC) não está no CD ROM? Está, mas sem o mecanismo apropriado está SEM UTILIDADE. Digamos que vc viva no ano 1900 e ganhe um CD Rom de presente de um viajante do tempo. Jamais poderá rodar o CD Rom. Da mesma maneira o intelecto do homem não existe separadamente do corpo, como uma entidade viva. Ele existe, mas em Stand By (estado de espera, inconsciente).

O Neshamá dos ímpios não será “rodado” novamente

No Dia da Volta de Jesus o RUAH volta ao corpo dos santos, o NESHAMÁ volta a funcionar e eles são levados aos Céus. O Cd Rom volta a funcionar no computador. Esta é a primeira ressurreição.

(I Tessalonicenses 4:16) – Porque o mesmo Senhor descerá do céu com alarido, e com voz de arcanjo, e com a trombeta de Deus; e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro.
(I Tessalonicenses 4:17) – Depois nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares, e assim estaremos sempre com o Senhor.

No entanto, 1000 anos depois, ocorre a ressurreição dos maus, que serão mortos no juízo.

(Apocalipse 20:5) – Mas os outros mortos não reviveram, até que os mil anos se acabaram.

(Mateus 10:28) – E não temais os que matam o corpo e não podem matar a alma; temei antes aquele que pode fazer perecer no inferno a alma e o corpo.

(Apocalipse 20:9) – E subiram sobre a largura da terra, e cercaram o arraial dos santos e a cidade amada; e de Deus desceu fogo, do céu, e os devorou.

Vemos que os maus terão A ALMA E O CORPO ANIQUILADOS definitivamente. NO entanto o ser humano é formado de corpo, folego da vida (neshamá) que formam a alma vivente. O Neshamá pode ser imortal? Visto que de acordo com a autor o Neshamá é o intelecto do Homem, podemos dizer que este intelecto sempre poderia ser trazido de volta por Deus, pois creio que Deus sempre poderia ressuscitar HITLER, CAIM, JUDAS OU CAIFÁS novamente, mas se Deus não o rodar o CD Rom de novo, (ou seja, não trouxer o Neshamá de volta ao corpo) estas pessoas jamais voltarão a vida (ou ter a alma reestabelecida). É isso o que ocorrerá na SEGUNDA RESSURREIÇÃO. Será a ultima vez que o CD Rom deles será rodado. Depois disso só serão RESTOS, lembranças, no banco de dados onisciente de Deus. (sua mente).

Estas informações que o Autor trouxe apenas fortaleceu minha fé no entendimento da Bíblia conforme o adventismo. Por qual razão? A Bíblia realmente ensina que o corpo volta ao pó, o espírito (Ruach, folego da vida), volta para Deus e a ALMA MORRE. (visto que não há alma, sem corpo e Ruach). Mas sempre ficava a dúvida: PORQUE AS ESCRITURAS DIZEM que o folêgo da vida dos humanos sobem ao Céu e dos animais não sobem? Com esta explicação sobre a diferença entre Nephesh (Vida simples) e Neshamá (Intelecto humano) o quebra cabeças está montado. O Neshamá é preservado para a ressurreição (obviamente que o adventismo sabe disso, mas sua teologia não se aplica a explicar esta questão para os leigos – simplesmente é dito que a alma morre e o ser humano volta a existir no dia da Ressurreição).

Esse post foi publicado em Imortalidade da Alma e Temas Relacionados e marcado , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

3 respostas para Entendendo o Neshamá e o Ruach

  1. No livro conselho sobre saúde na página 133/134, vocês adventista dizem que o pastor que utilizam os DÍZIMOS para comprar carne é um retrocesso é como se ele voltasse ao Egito. Bem eu conheço pastores ADVENTISTAS que consomem carne, e a maioria dos fiéis também consomem carne. Isso sim é que é uma prostituição BÍBLICA.

  2. Quando Yeshua fala a parábola do rico e o lázaro que estão em “uma dimensão intermediária”, o rico vai para o Ades e o lázaro ao ceio de Avraham (Abraão). Essas duas entidades (o rico e o lázaro) tratam-se de Neshamá ou Ruach ?
    Pois ambos estão mortos. Seus corpos já retornaram ao pó e seus espíritos retornaram ao Eterno.

  3. Rafael Henrique de Moura disse:

    a meu ver é apenas uma parábola nesse caso. Em que pese existam histórias reais que chamamos de parábola na bíblia essa me parece ser de fato uma parábola evidente. Sendo o rico um espírito, na concepção platônica, que já rodeava a cultura judaica daquele século, e que a meu ver Jesus era contrário, a prova de que esse texto era uma crença dos judeus que estavam crendo em uma doutrina mentirosa, e isso também é evidenciado na crença errada que os apóstolos já tinham como Pedro que diante das ondas do barco, no mar da Galiléia, com medo ao verem Jesus andar sobre as águas pensavam estar vendo um fantasma (espírito vivo desencarnado da concepção grega) (Mateus 14:22-33), essa crença perdurou em seus inconscientes até a ressurreição de Cristo, mas até virem Jesus perdurou. pensavam está vendo um espírito, e Jesus disse: “36E aconteceu que, estando ainda conversando sobre esses fatos, o próprio Jesus apareceu entre eles e lhes saudou: “Paz seja convosco!” 37Eles ficaram atônitos e aterrorizados, pensando que estivessem vendo um espírito. 38Todavia, Ele lhes exortou: “Por que estais apavorados? E por qual motivo sobem dúvidas ao vosso coração? 39Observai as minhas mãos e meus pés e vede que Eu Sou o mesmo! Tocai-me e comprovai o que vos afirmo. Por que um espírito não tem carne nem ossos, como percebeis que Eu tenho.” (Lucas 24:36-39), a ressurreição é claramente física. Voltando a parábola, sem falar que a parábola descreve o suposto espírito de Abraão, falando, do rico e do Lázaro, o espírito do rico pede que Abraão fale a Lázaro para molhar o dedo com água e tocar na língua de Lázaro, mas espírito não tem corpo, nem é material, não poderia ter língua, a narrativa é a penas didática de Jesus de um elemento da cultura mesmo que equivocado para ensinar que eles deveriam ter a lição de ouvir a Abraão e Moisés que não consultavam os mortos e se não cressem nisso não acreditariam mesmo que vissem o milagre de ressuscitar alguém dos mortos.”Quando entrares na terra que o Senhor teu Deus te der, não aprenderás a fazer conforme as abominações daquelas nações.
    Entre ti não se achará quem faça passar pelo fogo a seu filho ou a sua filha, nem adivinhador, nem prognosticador, nem agoureiro, nem feiticeiro;
    Nem encantador, nem quem consulte a um espírito adivinhador, nem mágico, nem quem consulte os mortos;” (Deuteronômio 18:9-11)

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s