As Reformas do Calendário e o Sábado do Sétimo Dia

Santo Sábado

No princípio do mundo, Jesus, após ter terminado toda a criação em 6 dias, tornou santo o sétimo dia, chamado de sábado (descanso). (ver João 1:3 e Genesis 2:1-3). Cerca de 3 mil anos depois, ao entregar os 10 mandamentos aos hebreus, Ele se lembrou deste fato e gravou a guarda do sábado entre as tábuas da lei moral. (ver Êxodo 20:3-17). 1500 anos após Israel ter recebido a lei, o Filho de Deus se tornou humano e seus discípulos ainda obedeciam o mandamento sagrado (ver Lucas 23:56).

Os filhos de Deus (descendentes de Set, Sem e Abraão) preservaram a semana de 7 dias ao longo das eras.

Os descendentes de Caim, Jafé e Cam se afastaram de Deus e suas nações seguiram calendários diferenciados em que a semana de 7 dias não era respeitada. A República Romana, tal como os etruscos, usava uma “semana de mercado” de oito dias, marcados com as letras de A a H no calendário. Um mercado seria feito no oitavo dia.

O calendário judaico vinha desde a criação do mundo, e consignava o sábado como o dia de descanso. Quando os romanos entraram em contato com os hebreus e muitos povos que tinham o sábado como o final da semana, acabaram sendo influenciados. Quando o calendário Juliano foi impantado por Júlio César em 46 AC a semana de 8 dias havia sido praticamente abandonada. A semana deixou de ser contada das letras de A a H e passaram a ser nomeadas conforme os deuses romanos:

  • Dies Solis (Dia do Sol)
  • Dies Lunae (Dia da Lua)
  • Dies Martis (Dia de Marte)
  • Dies Mercuri (Dia de Mercúrio)
  • Dies Iovis (Dia de Júpiter)
  • Dies Veneris (Dia de Vénus)
  • Dies Saturni (Dia de Saturno)

O nome do sétimo dia Romano, (Saturni) embora dedicado ao Planeta Saturno também nos lembra a raiz da Palavra Sábado (sabbath) usada pelos filhos de Abraão.

Nos tempos de Jesus e dos apóstolos, a semana na Palestina coincidia com a semana dos romanos quanto a ordem dos dias.

Uma reforma do calendário que alterou o cômputo de meses e anos, mas não a semana, é a denominada gregoriana, feita por ordem do Papa Gregório XIIII. Os países latinos: Espanha, Portugal e Itália aceitaram-na em 1582. A reforma se fez no dia 4 de outubro daquele ano. O dia 4 de outubro pulou para 15 (havendo portanto uma dedução de 10 dias). Mas o dia 4 foi quinta-feira, e o dia 15 logo a seguir foi sexta-feira, permanecendo inalterado o ciclo semanal.

Outubro de 1.582

Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb
1 2 3 (4) (15) 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31

Nos países de fala inglesa a mudança gregoriana só foi aceita em 1752, em setembro daquele ano. Assim o dia dois foi seguido pelo dia 14. Mas o dia 2 de setembro caiu numa quarta-feira, e o dia 14 que se seguiu, numa quinta-feira.

Setembro de 1.752

Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb
1 (2) (14) 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30

OBSERVAÇÃO INTERESSANTE: Em 1751 havia uma diferença de 12 dias no calendário da Espanha pra o da Inglaterra. Mas o ciclo semanal era o mesmo em ambos os países. Enquanto era segunda feira na Espanha, era segunda feira na Inglaterra. Mais uma prova de que embora usassem calendários diferentes o ciclo semanal permanecia inalterado.

O sétimo dia que Deus abençoou, santificou e descansou (Gen 2:1-3) na Criação do Mundo, que Deus proclamou santo no Monte Sinai (Exodo 20:8-11) e que Jesus e seus seguidores guardaram (Lucas 4:16 e 23:56) é o mesmo sétimo dia sagrado dos dias de hoje.

Atualmente o calendário ocidental está no ano 2009, o calendário judaico no ano 5769, e o calendário islâmico no ano 1430. A contagem dos meses também é feita de maneira diferente. O ano novo judaico se dá por volta do nosso mês ocidental de setembro.

E o ciclo semanal é o mesmo no mundo todo!

Mais uma prova de que o ciclo semanal nunca foi alterado.

Línguas antigas provam a perpetuidade do Sábado do Sétimo Dia

Por Rev William Mead Jones (101-107)

Por H.I.M. Prince Louis Lucien Bonaparte (108-160)

O Sábado em várias línguas1

O Sábado em várias línguas2

O Sábado em várias línguas3

O Sábado em várias línguas4

O Sábado em várias línguas5

O Sábado em várias línguas6

O Sábado em várias línguas7

O Sábado em várias línguas8

O Sábado em várias línguas9

Esse post foi publicado em Artigos Adventistas, Sábado e marcado , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para As Reformas do Calendário e o Sábado do Sétimo Dia

  1. marcelio disse:

    vendo esse artigo so fico mais contente com a mesagens ,q pregamos pro mundo inteiro . como é bom pertencer a uma igreja completa , como É BOM ver DEUS CUIDANDANDO de todo pra q a mesagens continui inabalavel, irmão adventista do mundo inteiro vamos levantar bem alto nossa bandeira , q é JESUS . RESSUSITADO. NOS PODEMOS DIZER PRA TODOS Q O AMAMOS ,PQ GUARDAMOS OS SEUS MANDAMENTOS…

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s