O Sinal de Deus

mensagens angelicas

Na profecia bíblica, o sinal de Deus é chamado “o Selo do Deus Vivo” e é colocado sobre os filhos e filhas de Deus que estão salvos. A profecia declara: “E vi outro anjo subir da banda do sol nascente, e que tinha o selo do Deus vivo; e clamou com grande voz aos quatro anjos, a quem fora dado o poder de danificar a terra e o mar. Dizendo: Não danifiqueis a terra nem o mar, nem as árvores, até que hajamos assinalado nas suas testas os servos do nosso Deus” (Apocalipse 7:2-3).

O Selo do Deus Vivo é a garantia de que os filhos de Deus estão salvos e não sofrerão os juízos profetizados nas sete trombetas e nas sete pragas. Esses juízos de destruição atingem somente aqueles “que não tem nas suas testas o sinal de Deus” (Apocalipse 9:4). Qual é o sinal de Deus e qual é o sinal da besta? Ninguém vai obter os dois. O profeta Isaías declara: “Liga o testemunho, sela a lei entre os meus discípulos” (Isaías 8:16).

A Bíblia indica que o selo de Deus está na sua Lei. Quando nós lemos os Dez Mandamentos registrados em Êxodo 20 percebemos facilmente que o quarto mandamento é o único que possui as características de um selo. Um selo precisa ter pelo menos três coisas: 1. O nome; 2. O título; 3. O território. O quarto mandamento revela que o sábado, o sétimo dia da semana, é o Selo do Deus Vivo.

No quarto mandamento identificamos: 1. Nome do autor da Lei: “O Senhor teu Deus” (Êxodo 20:10); O título dado a Ele: Criador: “Porque em seis dias fez o Senhor os céus e a terra” (Êxodo 20:11); E o território de Sua jurisdição: “Os céus e a terra, o mar e tudo que neles há” (Êxodo 20:11). Deus falou claramente a Moisés: “Certamente guardareis meus sábados; porquanto isso é um sinal entre Mim e vós nas vossas gerações; para que saibais que Eu sou o Senhor, que vos santifica” (Êxodo 31:13).

Deus também revelou a mesma verdade para o profeta Ezequiel: “E também lhes dei os meus sábados, para que servissem de sinal entre Mim e eles; para que soubessem que Eu sou o Senhor que os santifica” (Ezequiel 20:12). E novamente: “E santificai os meus sábados, e servirão de sinal entre Mim e vós, para que saibais que Eu sou o Senhor vosso Deus” (Ezequiel 20:20). “O sábado não é apresentado como uma nova instituição, mas como havendo sido estabelecido na criação. Deve ser lembrado e observado como a memória da obra do Criador. Apontado para Deus como Aquele que fez os céus e a terra, distingue o verdadeiro Deus de todos os falsos deuses. Todos os que guardam o sétimo dia, dão a entender por este ato que são adoradores de Jeová” (Patriarcas e Profetas, pág. 313).

“Assim, é o sábado o sinal de submissão a Deus por parte do homem, enquanto houver alguém na Terra para O servir. O quarto mandamento é o único de todos os dez em que se encontra tanto o nome como o título do Legislador. É o único que mostra pela autoridade de quem é dada a lei. Destarte contém o selo de Deus, afixado à Sua lei, como prova da autenticidade e vigência da mesma” (Patriarcas e Profetas, pág. 313).

Quando o poder papal estabeleceu o domingo como sendo o dia santo em lugar do sábado, ele violou o Selo do Deus Vivo que está na Sua Lei. Como filhos de Deus somos chamados a restaurar o sábado do quarto mandamento como sendo o memorial da semana da criação e o sinal da autoridade divina como Senhor dos céus e da terra. “A importância do sábado como memória da criação consiste em conservar sempre presente o verdadeiro motivo de se render culto a Deus, porque Ele é o Criador, e nós as Suas criaturas. O sábado, portanto, está no fundamento mesmo do culto divino, pois ensina esta grande verdade da maneira mais impressionante, e nenhuma outra instituição faz isso” (O Grande Conflito, pág. 437).

Por Julio Cesar

Esse post foi publicado em Lei de Deus. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s