172 anos de incompetência adventista 

​O perigo que verdadeiramente assola a nossa igreja não é pessoa, grupo ou movimento A, B ou C, seja ele dissidente ou não. É muito mais. 
Seja você pastor, líder, teólogo, pré, pós, pecadista, perfeccionista ou o que for, contra números não há argumento. 
São 172 anos desde o desapontamento e ainda não se ter recebido a chuva serôdia. São 128 desde 1888 – Mineápolis – quando EGW abertamente disse que ali despencaria a chuva serôdia. Nada veio. O porquê eu deixo cada um tirar a sua conclusão. Eu tenho a minha. 
O fato é que, num repente de levítico 26, o céu está de ferro e nossa terra está de bronze. Num repente de Elias, são anos de terra ressequida. Qualquer que seja sua posição ideológica, você consegue concordar pelo menos que há algo errado em passar tanto tempo e que deveríamos investigar? Ou será que tudo bem, fica assim mesmo que dá certo? Em 2010, um boletim da própria igreja acentuou que, na velocidade e da forma que pregamos, estamos andando para trás – então, a tendência não é chegar lá, é piorar. Repito, não sou eu quem diz isso. É nossa própria igreja. 
Esse problema – não ter recebido a chuva serôdia tantas gerações depois de 1888 – é a meu ver o mais grave, pois a chuva do Espírito Santo e a pregação final é a razão da existência desta igreja ter sido suscitada por Deus, e isso é muito maior que quaisquer pessoas ou grupos, dissidentes ou não. Quando se está na obra, principalmente, ou também quando se é líder, pastor ou teólogo, focar em Daniel Spencer, MV ou quaisquer indivíduos, grupos ou movimentos, dissidentes ou não, é deixar de reconhecer 172 anos de mornidão e incompetência, pois receber o Espírito Santo está na nossa mão e a palavra diz como. 
Se dissermos que tudo bem, chegaremos ao cúmulo de culpar Deus de reter arbitrariamente uma graça que temos condições de receber. Honestamente, quem acha isso? Vencer nossos pecados no sangue do Cordeiro, não amar nossas vidas até a morte, guardar os mandamentos de Deus e ter o testemunho de Jesus (Apocalipse 12:11 e 17) – isso é o que Deus pede. 
E atenção, eu quero me incluir como culpado, e talvez um dos maiores. Eu sou desta igreja, mesmo não sendo “da obra”. Eu tenho que fazer minha parte. Eu tenho que fazer melhor. E não tem essa de “minha natureza” não. Não tem desculpa. Tem culpa. 
Quantos de nós pensa nisso e chora? E quem nem chora? E quem nem pensa? Olhem a anestesia… 
Quem é que tem razão na grande controvérsia? Não interessa o que digamos com os lábios, interessa o que dizemos com nossa vida. O método de quem funciona? A abnegação de Cristo? A gente usa isso? Já ouço os passos dos que vão atar o joio para ser queimado. Vamos deixar eles virem nos levar?
Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas. [Fonte: Facebook]

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para 172 anos de incompetência adventista 

  1. É chocante, Lembre que ” Tudo que puder ser sacudido será sacudido”

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s