A prioridade da IASD não é ser uma ONG dos pobres

“O Senhor traçou nossa maneira de agir. Como povo não devemos imitar nem harmonizar-nos com os métodos do Exército de Salvação. Essa não é a obra que o Senhor nos mandou fazer. Também não é nossa obra condená-los nem falar duramente contra eles. Há no Exército de Salvação pessoas preciosas, abnegadas. Devemos tratá-las com bondade. Há entre elas pessoas honestas, que estão sinceramente servindo ao Senhor, e que verão maior luz, chegando à aceitação de toda a verdade. Os obreiros do Exército de Salvação estão procurando salvar os negligenciados, espezinhados. Não devem ser desencorajados. Devem poder realizar esse tipo de trabalho pelos seus próprios métodos e a sua própria maneira. Mas a obra que os adventistas do sétimo dia devem fazer foi claramente indicada pelo Senhor. Reuniões campais e em tendas devem ser realizadas. A verdade para este tempo deve ser proclamada. Um testemunho decidido precisa ser sustentado. E os sermões devem ser tão simples que as crianças consigam compreendê-los” T8 184.3

E. J. Waggoner: “Há o o clamor por um evangelho social, apesar de o significado dessa expressão nem sempre ser fácil de definir. O pregador põe em segundo plano verdades eternas e passa a se focar nas necessidades físicas. Ele negligencia a palavra de Deus e vai servir as mesas. Esquece a fome da alma ao se centrar nas necessidades do corpo.” Dizem que se Jesus viesse hoje, Jesus colocaria o mundo nos eixos e faria maravilhoso trabalho social, tipo uma esquerda política…

“E nossa resposta para tudo isso é que se Cristo viesse novamente, Ele viria como veio antes, para libertar do cativeiro do diabo e para salvar pessoas dos seus pecados, sejam pobres ou ricos. Ele teria compaixão agora como teve então dos sofrimentos, fome, ignorância, e necessidades da multidão em gemidos. Ele apelaria aos que O amam para se ocuparem em aliviar qualquer tipo de necessidade humana. Mas Sua grande obra ainda seria convencer o mundo do pecado, da justiça e do juízo porvir, provar para o homem que a grande causa de sua miséria não está em coisas externas, mas em sua inimizade para com Deus e o mal de seus próprios corações; e elevá-los pela fé, arrependimento, e regeneração a uma vida nova e mais feliz. Nós não podemos e não ousamos pregar qualquer outro evangelho. Nossa obra é moral, não política, nossas armas são espirituais e não carnais.” EJW – Present Truth UK.

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s